quinta-feira, 28 de abril de 2016

Sônia Schmorantz

Olá, meus queridos amigos.
Nesse momento difícil que o nosso querido Brasil atravessa, com certeza, precisamos  parar para respirar um pouco, sonhar mais com a paz, a esperança, e, como diz a nossa querida escritora Sônia Schmorantz, "não entender o que não tem explicação.."
Uma pausa para apreciar essa linda poesia desejando a todos mais amor e vida em cada coração.
Abraços da amiga Janete

Chove em silêncio,
Pingos incessantes de poesia,
Formando molhadas reticências...
Há uma chuva em mim e
Seu reflexo cinza, triste,
Oculta a alegria colorida dos
Dias sem medo que eu tinha no coração.
Há uma melancolia sem cor,
Há uma chuva feito versos,
Que corre dentro do coração...
.Não quero entender o que não tem explicação...
Quero silêncio depois do vento,
Quero um novo arco-íris num céu primaveril
Quero uma alma quieta, uma luz que silencie,
Quero outra vez ser chuva de verão,
Serenidade, solo que absorve,
Mar, montanha, flor, lua cheia,
Amor e vida, em meu coração....

Sônia Schmorantz
 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Salmo 20.8


Eles vacilam e caem, mas nós nos erguemos e estamos firmes". (NVI)

"Os carros vão enferrujar, os cavalos ficarão mancos

- mas nós estaremos firmes, de pé!" (AM)

 

"Onde estão sua fé e confiança? É comum um servo de Deus temer e ser tentado a olhar e confiar em suas possibilidades e recursos físicos disponíveis, contudo nada será efetivo e, muito menos, definitivo. Todos que colocam sua confiança em seus recursos humanos e materiais, cedo ou tarde, se decepcionam, porque são temporais e passageiros. Carros enferrujam e animais ficam velhos, declara o salmista Davi. Pense, foi um rei que afirmou isso, um homem que tinha tudo à sua disposição em seu governo, mas decidiu colocar toda a sua fé e confiança nas mãos do Eterno. Faça o mesmo, confie no Senhor."

 

Olá, meus queridos amigos.

Essa é mais uma mensagem para refletirmos e começarmos bem a semana.

Vamos refletir?

Uma ótima semana para todos.

Abraços da amiga Janete

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Vestidinho Infantil


Olá, meus queridos amigos.
Acabei de fazer esse irresistível vestido.
Não é uma graça?

 
 Feito em crochê com linha Cléa branca,
 tamanho de 1 a 2 anos - R$ 95,00 (Vendido)
 "Seja você mesmo, porque ou somos nós mesmos, ou não somos coisa nenhuma."
 

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Monteiro Lobato

Olá, meus queridos amigos.
Monteiro Lobato, nosso querido e inesquecível escritor, nascido no dia 18 de abril, consagrando essa data o dia da Literatura Infantil, em homenagem a esse magnifico poeta brasileiro.
Em novembro de 2012 e em fevereiro de 2014, o nosso Cantinho da Literatura fez homenagens a Monteiro Lobato, falando um pouco da sua vida e da sua extensa obra. Hoje, não poderia deixar de homenageá-lo mais uma vez, lembrando rapidamente sobre a sua vida e oferecendo duas "fábulas" para entendermos o por que desse homem tão amado e respeitado na Literatura Brasileira.
Lembrando também que 23 de abril é o dia do livro, fica essa mensagem para os amantes da leitura e, quem sabe, um incentivo a mais para quem não usufrui desse hábito.





Biografia de Monteiro Lobato:

Monteiro Lobato (1882-1948) foi um escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pica-pau Amarelo" é sua obra de maior destaque na literatura infantil. Criou a "Editora Monteiro Lobato" e mais tarde a "Companhia Editora Nacional". Foi um dos primeiros autores de literatura infantil de nosso país e de toda América Latina. Metade de suas obras é formada de literatura infantil. Destaca-se pelo caráter nacionalista e social. O universo retratado em suas obras são os vilarejos decadentes e a população do Vale do Paraíba, quando da crise do café. Situa-se entre os autores do Pré-Modernismo, período que precedeu a Semana de Arte Moderna.

A assembleia dos ratos
Um gato de nome Faro-Fino deu de fazer tal destroço na rataria duma casa velha que os sobreviventes, sem ânimo de sair das tocas, estavam a ponto de morrer de fome.
Tornando-se muito sério o caso, resolveram reunir-se em assembleia para o estudo da questão. Aguardaram para isso certa noite em que Faro-Fino andava aos mios pelo telhado, fazendo sonetos à lua.
– Acho — disse um deles — que o meio de nos defendermos de Faro-Fino é lhe atarmos um guizo ao pescoço. Assim que ele se aproxime, o guizo o denuncia e pomo-nos ao fresco a tempo.
Palmas e bravos saudaram a luminosa ideia. O projeto foi aprovado com delírio. Só votou contra, um rato casmurro, que pediu a palavra e disse — Está tudo muito direito. Mas quem vai amarrar o guizo no pescoço de Faro-Fino?
Silêncio geral. Um desculpou-se por não saber dar nó. Outro, porque não era tolo. Todos, porque não tinham coragem. E a assembleia dissolveu-se no meio de geral consternação.
Moral da estória: falar é fácil; fazer é que são elas.

Animais e a Peste
Em certo ano terrível de peste entre os animais, o leão, mais apreensivo, consultou um macaco de barbas brancas.
- Esta peste é um castigo do céu – respondeu o macaco – e o remédio é aplacarmos a cólera divina sacrificando aos deuses um de nós.
- Qual? – perguntou o leão.
- O mais carregado de crimes.
O leão fechou os olhos, concentrou-se e, depois duma pausa, disse aos súditos reunidos em redor:
- Amigos! É fora de dúvida que quem deve sacrificar-se sou eu. Cometi grandes crimes, matei centenas de veados, devorei inúmeras ovelhas e até vários pastores. Ofereço-me, pois, para o sacrifício necessário ao bem comum.
A raposa adiantou-se e disse:
- Acho conveniente ouvir a confissão das outras feras. Porque, para mim, nada do que Vossa Majestade alegou constitui crime. São coisas que até que honram o nosso virtuosíssimo rei Leão.
Grandes aplausos abafaram as últimas palavras da bajuladora e o leão foi posto de lado como impróprio para o sacrifício.
Apresentou-se em seguida o tigre e repete-se a cena. Acusa-se de mil crimes, mas a raposa mostra que também ele era um anjo de inocência.
E o mesmo aconteceu com todas as outras feras.
Nisto chega a vez do burro. Adianta-se o pobre animal e diz:
- A consciência só me acusa de haver comido uma folha de couve da horta do senhor vigário.
Os animais entreolharam-se. Era muito sério aquilo. A raposa toma a palavra:
- Eis amigos, o grande criminoso! Tão horrível o que ele nos conta, que é inútil prosseguirmos na investigação. A vítima a sacrificar-se aos deuses não pode ser outra porque não pode haver crime maior do que furtar a sacratíssima couve do senhor vigário.
Toda a bicharada concordou e o triste burro foi unanimamente eleito para o sacrifício.

Moral da Estória:
Aos poderosos, tudo se desculpa…
Aos miseráveis, nada se perdoa.



Erro Tipográfico
A luta contra o erro tipográfico tem algo de homérico. Durante a revisão os erros se escondem, fazem-se positivamente invisíveis. Mas, assim que o livro sai, tornam-se visibilíssimos, verdadeiros sacis a nos botar a língua em todas as páginas. Trata-se de um mistério que a ciência ainda não conseguiu decifrar.
Então, gostaram da homenagem ao nosso Monteiro Lobato?
Vocês podem dar uma "espiadinha" no Cantinho da Literatura. Tem muito mais e com certeza vão se surpreender com muitas homenagens aos mais diversos escritores brasileiros.
Boa pesquisa e boa leitura para vocês.
Abraços da amiga Janete

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Colete com franjas


Olá, meus queridos amigos.
Esse é mais um trabalho que apresento para vocês.



Lindo colete comprido, com franjas, feito em crochê com fio EuroRoma natural, com 82 cm de comprimento.
Apenas R$ 150,00 (Vendido)


"Nem sempre precisamos chegar aos extremos de um sacrifício para provarmos uma amizade, mas com certeza, também não precisamos medir tantos esforços para um simples olhar carregado de muita solidariedade, compreensão e amor ao próximo, ao amigo... "
Janete

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Salmo 25.5

Olá, meus queridos amigos.
Semana tensa, não é mesmo? A nossa vontade é manifestada e concretizada pela vontade de Deus, nosso Pai e advogado de toda nação.
É complexa essa divisão que existe atualmente no nosso País, mas é nítida toda confusão, carência e injustiça que vem acontecendo e nos tornamos impotentes diante dos acontecimentos, nos tornamos inseguros e reféns dos governantes, mas não podemos desanimar diante de tal situação, pois sabemos e cremos no Deus da misericórdia, do amor e da justiça e é em nome desse Deus que precisamos confiar na Sua vontade. Aconteça o que acontecer, Ele sabe de todas as coisas e estará sempre no comando de nossas vidas.
Mais uma semana que se inicia e deixo para vocês essa mensagem de fé e confiança em Deus.

"Guia-me com a tua vontade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador,
e a minha esperança está em ti o tempo todo." (NVI)

"Toma-me pela mão, guia-me pelo caminho da verdade.
Tu és meu Salvador!" (AM)

"Sua fé e confiança em Deus neste mundo tão cheio de dúvidas, incredulidade e iniquidade são fundamentais para sua sobrevivência e vitória. Nunca pense que o mundo terá fé por você; renove diariamente sua fé em Deus! Ore, pedindo e declarando, como fez o salmista Davi. A dependência de Deus não é uma fraqueza; pelo contrário, é uma força contra a tirania do mundo.
Quando você pede a Deus que o segure pela mão, que o guie e proteja pelas estradas deste mundo, você está declarando sua dependência de Deus e vencendo sua natureza carnal, que deseja gerenciar e controlar sua vida. Esta é uma oração poderosa que deve se tornar nosso estilo natural de vida."

Deus é maravilhoso e com certeza Ele está à frente dessas dúvidas que atormentam todo o nosso Brasil, mas confiem com toda convicção que nosso Deus não desistirá de proteger esse País, assim como não desistirá de mim e nem de vocês.

Uma abençoada semana para todos.
Abraços da amiga Janete

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Blusa de crochê

 
 

Uma linda combinação de cores, feita em crochê com fio Natalia.
Tamanho G - R$ 140,00 (Vendida)


"...Escrever, mais do que um dom
É criar, pensar ,recordar
Deixar meu íntimo navegar,
Transportar as barreiras,
Ver nas palavras a verdade,
Sem censura..."
Sônia Schmorantz 

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Elisa Lucinda - O Semelhante


Olá, meus queridos amigos.
Depois de conhecer um pouco de Elisa Lucinda, vamos presenteá-la no nosso "Cantinho da Literatura", com uma poesia do seu livro "O Semelhante" - 5ª Edição.
 

ANJO DE GUARDA E DE PAPEL

Na minha estante mora um moço velho
com cara de rapaz
pela alegria que traz;
Com cara de menino
pela novidade tenaz;
Com cara de velho avô
pela qualidade da paz.
Mora lá. Elegante. Solene.
Ainda que poderoso pela fartura de folhas
Todo grande, gigante, recheado de sentidos
Ainda que pareça na forma até grosso
é um poço generoso.
Parece um vigia, uma babá, um tutor.
Parece segurança, certeza, confirmação.
Valente matador de dúvidas, veste a beca da humildade
e nem se incomoda em ser só precisão.
 
Fica lá. Se doa para a poeira que vem tecer com o sol a teia do tempo
sobre sua firme encadernadora.
Assiste aos lapsos da memória
escora a literatura no ritual da decodificação.
Mas nessa muda eloquência, nessa silenciosa falação
me protege e me rege.
Amigo calado, consistente, combinado. (Tem sempre uma palavra par dar)
Não me falta, não se vende...
É meu instrutor, protetor e anjo da guarda.
É nele que penso quando vejo um guarda e tenho medo...
Eu queria que a polícia daqui tivesse esse mesmo afetuoso itinerário:
Fiel companheiro do cidadão
como é meu dicionário.
(Inverno de 1991)
Em breve teremos mais Elisa Lucinda.
Abraços da amiga Janete

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Mateus 10.32

Olá, meus queridos amigos.
Para começar bem a semana, uma mensagem especial para uma reflexão interior.
 
"Quem, pois, me confessar diante dos homens,
eu também o confessarei diante do meu Pai que está nos céus." (NVI)

"Nesta profética palavra de Jesus para seus discípulos, nosso Mestre declara um mandamento e faz uma promessa. Sustente Jesus em sua vida e Ele sustentará você por toda a eternidade. Judas preferiu o caminho da negação, da infidelidade, da deslealdade, mas você pode escolher hoje o caminho da fidelidade, da fé, da lealdade e da perseverança. Seja fiel ao Senhor neste mundo e Ele o defenderá no dia do juízo eterno. Nesta vida, inúmeras situações vão coloca-lo à prova diante da sociedade, mas permaneça fiel e escolha sempre Jesus, aconteça o que acontecer, confesse sua fé Nele diante dos homens. Jesus é o caminho!"

"Defendam-me contra a opinião do mundo, e eu os defenderei
na presença do meu Pai no céu." (AM)

Não tem como negar, como não acreditar, como resistir...
Não está escrito somente na Bíblia, a Palavra está viva no nosso dia-a-dia, na violência
que presenciamos, na injustiça dos covardes que matam, na insegurança dos que não acreditam e nos milagres dos que sobrevivem e passam a refletir e agradecer...
Não precisamos esperar, Ele já está no meio de nós; agradeçamos sempre, aconteça o que acontecer.
Uma abençoada semana.
Abraços da amiga Janete.
 

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Sapatinhos Baby

Olá, meus queridos amigos.
Vejam que linda coleção de sapatinhos feito em crochê para os fofinhos e fofinhas.
 
 Botinhas Unissex em diversas cores, para bebês de 1 a 6 meses
R$ 25,00 cada par.


 Mais uma coleção de botinhas em outra versão, para meninos e meninas de 0 a 4 meses - R$ 25,00 cada par.


(Sapatinho rosa mesclado - vendido)

 Lindos tênis All Star, com canos longos e detalhes na lateral para bebês de 2 a 6 meses - R$ 25,00 cada par.
(Vendidos)

 Fofo esse tênis All Star cano baixo na cor azul, para bebês
de 1 a 4 meses - R$ 25,00 o par. (Vendido)
  Não são fofos? Espero que tenham gostado.
Já estão disponíveis para venda.
Abraços da amiga Janete
 
 


quinta-feira, 7 de abril de 2016

Elisa Lucinda

Olá, meus queridos amigos.
Voltei com as homenagens aos nossos queridos escritores brasileiros e hoje, especialmente, quero prestigiar uma escritora muito querida do Espírito Santo, e faço questão de homenagear essa grande mulher que tanto orgulha a sua terra natal.
Para quem a conhece, vai saber um pouco mais sobre a sua história nesse lindo resumo de sua biografia e para quem não a conhece, com certeza vai se encantar e viajar com seus poemas profundos, transparentes e verdadeiros.



Elisa Lucinda nasceu num domingo, 2 de fevereiro, em Vitória do Espírito Santo, onde se formou em jornalismo e chegou a exercer a profissão. Em 1986, mudou-se para o Rio de Janeiro disposta a seguir a carreira de atriz. Sempre atuando em teatro, cinema e televisão, publicou seu primeiro livro de poesia “O Semelhante”, em 1994. Este foi um passo para que a peça de mesmo nome, onde ela dizia seus versos e conversava com a plateia, permanecesse em cartaz durante seis anos, no Brasil e no exterior.

No mesmo formato, apresentou “Eu te amo Semelhante” e atualmente excursiona pelo país com mais um espetáculo solo, “Parem de falar mal da rotina”, sucesso de crítica e público no Fórum Internacional de Culturas, Barcelona, em 2004. Recentemente esteve representando o Brasil na XIV Feira do Livro de Cuba – 2005.

Popularizando a poesia com seu jeito coloquial de escrevê-la e dizê-la, sua presença cênica tanto no palco como na tela é impressionante.

Elisa Lucinda é considerada um dos maiores fenômenos da poesia brasileira. “A menina transparente”, poema que marca sua estréia na literatura infantil, recebeu Prêmio Altamente Recomendável, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ.

Reconhecida pela sua literatura poética (“O semelhante”, “Eu Te Amo e Suas Estreias”, os infantis “A menina transparente”, “Lili a rainha das escolhas”, “O órfão famoso”, “O menino inesperado” e seus mais recentes livros “Cinquenta poemas escolhidos pelo autor”, “Contos de Vista” e seu mais novo livro “A Fúria da Beleza” ), além de seus espetáculos, recitais e workshops apresentados no Brasil e exterior; por seus trabalhos na área de recursos humanos junto à diversas empresas e instituições como Petrobrás, Banco Real, Fiocruz e por seus recentes trabalhos: na televisão, onde viveu a cantora Pérola em “Mullheres Apaixonadas” – novela de Manoel Carlos no horário nobre na Rede Globo, “Páginas da Vida” também de Manoel Carlos, ; no cinema, como protagonista ao lado da amiga e atriz Zezé Polessa, no filme “Alegres comadres” (lançado no Festival BR de Cinema 2003); Elisa ainda mantém a “Escola Lucinda de Poesia Viva” onde ensina interpretação teatral da poesia seguindo o lema: “Falando poesia sem ser chato”.

A notável Capixaba vem ao longo de sua carreira presenteando o público com seu jeito peculiar e natural de falar poesia sem representar o verso mas apresentando as emoções que as palavras podem proporcionar… Compartilhe com Elisa Lucinda de seus versos! Brindemos à vida!



"Durante todas as primaveras
um cardume de cinderelas
ainda insiste dentro dela."
Elisa Lucinda

"Moço, cuidado com ela!
Há que se ter cautela com esta gente que menstrua...
Imagine uma cachoeira às avessas:
cada ato que faz, o corpo confessa.
Cuidado, moço
às vezes parece erva, parece hera
cuidado com essa gente que gera
essa gente que se metamorfoseia
metade legível, metade sereia."
Elisa Lucinda


"ME ASSUSTA E ACALMA
SER PORTADORA DE VÁRIAS ALMAS
DE UM SÓ SOM COMUM ECO
SER REVERBERANTE
ESPELHO, SEMELHANTE
SER A BOCA
SER A DONA DA PALAVRA SEM DONO
DE TANTO DONO QUE TEM."

Elisa Lucinda

 Nesse resumo de sua Biografia, deu para perceber a intensa artista que brota dos pensamentos, versos e prosas da grande escritora, que teremos a felicidade de compartilhar desse talento com alguns de seus poemas, também intensos e transparentes que Elisa Lucinda nos presenteia no nosso "Cantinho da Literatura" e a partir de agora, todas as homenagens à querida Capixaba estarão disponíveis nesse espaço, para que através de suas experiências poéticas, possamos conhece-la melhor.
Abraços da amiga Janete
 
 


segunda-feira, 4 de abril de 2016

Ano da misericórdia - Romaria das mulheres


Olá, meus queridos amigos.
Hoje está sendo comemorado, a festa de Nossa Senhora da Penha, padroeira do Estado do Espírito Santo, encerrando assim o oitavário da Páscoa.
Ontem, acompanhei a romaria das mulheres, e como sempre, foi muito emocionante, uma renovação de fé pela Mãe de Jesus e nossa Mãe.
Para começar bem essa semana, escolhi passar para vocês, uma parte da homilia da santa missa, falando sobre os dons que Jesus comunicou aos seus discípulos em sua primeira aparição, após a ressurreição e é uma oportunidade para refletirmos durante esses dias e aprendermos como viver melhor nesse mundo que precisa tanto de paz, alegria e evangelização, através do Espírito Santo.
Na sua homilia, Dom Wladmir lembrou que a primeira aparição narrada pelo Evangelho deste domingo, Jesus comunica cinco dons muito importantes:

 O dom da paz. A paz esteja convosco, disse Jesus aos discípulos. Basta de violência. Você e eu somos missionários da paz. 

O dom da alegria. Eles se alegraram por ver Jesus. O Papa Francisco escreveu na Exortação “Alegria do Evangelho” de 2013 que há cristãos que parecem ter escolhido uma quaresma sem páscoa. Todos nós temos problemas, passamos por dificuldades, mas a alegria que vem de Deus vai além de nós. Quem se encontra com Jesus, com o Ressuscitado, experimenta essa alegria. O encontro com Jesus nos enche de alegria e convida à conversão e ao discipulado missionário.

 O dom da missão. Como o pai me enviou eu também vos envio. A Igreja continua a ação evangelizadora de Jesus. E diante de tantos desafios, o Papa Francisco afirma que é cada vez mais urgente nos perguntarmos o que Deus pede a nós. A Diocese de Colatina, com a 9ª Assembleia Diocesana de Pastoral em andamento faz repercutir a exortação do Santo Padre. O que Deus pede a nós, a Assembleia Diocesana é o ponto mais alto de uma Igreja particular. 

O dom do Espírito Santo. Recebei o Espírito Santo. Devemos evangelizar a partir de Jesus Cristo na força do Espírito Santo como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa. Peçamos ao Espírito Santo que nos fortaleça na fé no Cristo Ressuscitado para que aqueles ainda não creem possam através do nosso testemunho abrir o coração ao Evangelho e glorificar a Deus nosso Pai, rico em misericórdia, que sempre acolhe a todos. 

O dom de perdoar os pecados. A quem perdoardes os pecados, eles serão perdoados. A quem não perdoardes, eles serão retidos. Jesus infunde nos discípulos o Espírito Santo e lhes dá o poder de perdoar os pecados. Jesus manifesta, assim, o coração misericordioso de Deus para conosco. Por causa desse Evangelho, que nos fala do perdão, da misericórdia, hoje 2º domingo de Páscoa, celebra-se o Domingo da Divina Misericórdia. Essa devoção foi difundida por Santa Faustina, irmã da Congregação de Nossa Senhora da Misericórdia. Recorramos sempre à misericórdia divina, especialmente no sacramento da penitência. É de suma importância redescobrir o Sacramento da Reconciliação como penitentes e ministros. O Papa Francisco destacou no início do Jubileu que os sacerdotes devem sempre entrar no confessionário com a noção de que são apenas ministros de Cristo e que eles próprios precisam do perdão de Deus. Vamos continuar motivando com profundidade e riqueza o Ano Santo da Misericórdia. 

Dom Wladimir terminou com uma oração: 

Virgem da Penha, em suas mãos entregamos toda a nossa caminhada diocesana. Nossas preocupações, necessidades, problemas abordados e desejos que trazemos em nosso coração. Obrigado, Virgem da Penha, por todos os benefícios que nos tem concedido. Obrigado por Jesus Cristo, Vosso Filho, rosto visível da misericórdia do Pai. Virgem da Penha, Maria, Mãe e Porta da Misericórdia. Amém!

 
Mulheres de todas as regiões do estado tomaram as ruas de Vila Velha para homenagear a Padroeira, Nossa Senhora da Penha.
Com olhos emocionados e vozes alegres, elas entoavam canções de exaltação à Maria, durante o percurso. Nos intervalos, faziam suas orações, seus pedidos, seus agradecimentos.
 Após a Romaria, Missa das Mulheres, no campinho da Prainha, aos pés do Convento.
Uma boa semana a todos
Abraços da amiga Janete



 

domingo, 3 de abril de 2016

Romaria dos homens

Olá, meus queridos amigos.
Para quem não conhece a festa da Penha, apenas uma demonstração de fé, com algumas fotos de uma das romarias mais marcantes: a Romaria dos homens, que todo ano sai da Catedral de Vitória, às 20:00 h, chegando mais ou menos 00:00 h na Prainha de Vila Velha, aos pés do Convento da Penha.
Vejam que maravilha e que demonstração de fé.
Durante o oitavário de Nossa Senhora da Penha, são várias romarias: Romaria dos cavaleiros, dos motociclistas, dos militares, dos homens, das mulheres e dos ciclistas.

A Romaria dos Homens ganhou as ruas de Vitória e Vila Velha neste sábado, 02 de abril, na maior manifestação religiosa da Festa da Penha. Uma multidão, calculada em cerca de 700 mil pessoas, prestou uma gigantesca homenagem a Nossa Senhora da Penha, Padroeira do Estado. Há 65 anos, essa romaria começou reunindo os homens que não podiam fazer a sua devoção durante a semana. Hoje, ela só reúne homens no título, porque se tornou a Romaria de todo mundo.
Fotos : Solange Souza















 




 















"Ave cheia de graça, Ave cheia de amor
Salve a Mãe de Jesus, a Ti nosso canto
E nosso louvor..."
Lindo, não é mesmo?
Abraços da amiga Janete

...Notícias...