segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

O melhor dia da minha vida


Olá, meus queridos amigos,
Mais uma semana que começa, e para que esses dias sejam mais descontraídos, deixo para vocês um texto de autoria desconhecida, mas com uma mensagem bem otimista e de otimismo para seguirmos em frente nessa correria do dia a dia, é o que mais precisamos.
"Hoje, quando acordei, percebi que seria o melhor dia de toda a minha vida!
Hoje, celebrarei a vida incrível que tive até agora: as realizações, as muitas bênçãos e, sim, as adversidades porque serviram para fazer-me mais forte. Caminharei por este dia com minha cabeça erguida e um coração feliz. Me maravilharei com os presentes aparentemente simples de Deus: o orvalho da manhã, o sol, as nuvens, as árvores, as flores, os pássaros. Hoje, nenhuma destas criações milagrosas escapará de minha atenção.
Hoje, compartilharei minha animação pela vida com as outras pessoas. Farei alguém sorrir. Sairei de minha rotina para realizar um inesperado ato de bondade por alguém que sequer conheço.
Hoje, farei um elogio sincero a quem estiver desanimado. Direi a uma criança o quanto especial ela é, falarei a alguém que eu a amo mostrando o quanto me importo com ela e o quanto significa para mim.
Hoje é o dia em que desisto de me preocupar com o que não tenho e começo a ser grato por todas as maravilhosas coisas que Deus já me deu. Me lembrarei que preocupar-me é apenas um desperdício de tempo porque minha fé em Deus assegura que tudo estará bem.
E esta noite, antes de ir para a cama, sairei e levantarei meus olhos aos céus. Ficarei admirando a beleza das estrelas e da lua, e elogiarei Deus por estes magníficos tesouros.
Quando, ao fim do dia, eu colocar minha cabeça em meu travesseiro, agradecerei a Deus pelo melhor dia de toda a minha vida. E dormirei o sono puro de uma criança contente, porque sei que amanhã será o melhor dia de toda a minha vida!

Uma ótima semana e que todos os seus dias sejam o melhor de sua vida. Um dia de cada vez…"
Abraços da amiga Janete

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Valdecy Bragança - "Você"


Olá, meus queridos amigos.
Vocês não imaginam como gosto do "Cantinho da Literatura", como gosto de pesquisar novos escritores e homenagear os maravilhosos poetas, pensadores, valorizando esse universo de sentimentos profundos, muitas vezes guardados ou escondidos que, superando a timidez acabam se surpreendendo com esse gesto nobre de compartilhamento. Isso mesmo; os escritores dividem seus sentimentos com os leitores, distribuindo sonhos, romantismo, dramas, experiências pessoais, tocando os corações apaixonados e até mesmo decepcionados, quando revivem suas histórias através dos seus incríveis versos e prosas, como se cada um deles escrevesse para cada um de nós. Às vezes voltamos no tempo e algumas vezes, viajamos na imaginação de nossos sonhos e lembranças que também estão guardadas no mais íntimo das nossas vidas.
Ler é viajar, conhecer, divagar..., 
Hoje a nossa querida Valdecy Bragança, está mais uma vez nos prestigiando com uma de suas poesias preferidas: "VOCÊ", assim como nos prestigiou no início do ano com "Olhar Cruciante", também de sua autoria e que se tornou a sua marca registrada.

Você

Ei, você?

Cadê você?

Por que foges?

Viveu muito para o outro?

Esqueceu de você?

Acorde, vamos conversar...

Vamos nos estabelecer...

Vamos nos conhecer...

Vamos viver...

Não, não se abandone

Se ame...

Sinta-se uma nova flor

Desabroche para o seu eu...

A vida é bela

Só está precisando de você

Venha caminhar comigo

Ainda pode-se encontrar

Um horizonte azul

Para se renovar...


 Essa é a Valdecy Bragança, participando do Bloco do CCJC
"Meu filho, guarda a sabedoria e a reflexão,
não as percas de vista.
Elas serão a vida de tua alma e um adorno para teu pescoço.
Então caminharás com segurança,
sem que o teu pé tropece."
Provérbios 3, 21-23

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Oração da Boa Semana


Olá, meus queridos amigos,
Para lembrar que estamos no tempo da Quaresma, e precisamos nos fortalecer na fé, no pensamento positivo, refletir sobre esse tempo que é muito sério e importante para toda a humanidade, pois é o tempo em que se recorda todo sacrifício que Jesus fez por nós. Tempo de amor, paixão, morte e ressurreição.
Tempo de refletir, tempo de orar, tempo de amar mais.
Então, vamos começar essa semana orando?


Vem Jesus! Vem meu forte Protetor! Dá a este Teu 

humilde servo paz na semana que se inicia. Inunda 

meu cérebro de bons pensamentos e concede a meu 

corpo saúde e vigor. Transmite-me Tua força e 

coragem e faze-me sentir que estás sempre comigo, 

para enfrentarmos juntos, vitoriosos, os fardos de 

cada dia. Abranda minhas agitações e atropelos e dá-

me discernimento para escolher os caminhos 

melhores e mais santos, na vontade do Pai. Vem filho

 de Deus! Faze desta semana a Tua semana, para que 

eu possa repartir o amor que me dás. E todo o bem 

que eu fizer, prometo, será sempre por Ti. Amém! 



quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Adão Ventura


Olá, meus queridos amigos.
O nosso blog da amizade tem a honra de homenagear mais uma pérola da Literatura Brasileira, e para quem não conheceu, assim como eu também não conheci, segue uma resumo de sua biografia, lembrando que vale a pena saber mais sobre esse incrível poeta, pesquisando e lendo mais Adão Ventura.


Adão Ventura Ferreira Reis nasceu em Santo Antônio do Itambé, então distrito do Serro (MG), em 1946. Viveu seus primeiros anos no campo, em péssimas condições, mas mudou-se para Belo Horizonte, onde se graduou em Direito pela UFMG. Em 1973 esteve nos Estados Unidos lecionando Literatura Brasileira na Universidade do Novo México e participando do “International Writing Program”, da Universidade de Iowa, destinado ao intercâmbio entre escritores jovens. Depois de exercer várias atividades, mudou-se para Brasília, onde presidiu a Fundação Palmares - entidade governamental dedicada à cultura negra. Obteve prêmios com a sua poesia e tem obras traduzidas para o inglês, espanhol, alemão e húngaro. Publicou Abrir-se um Abutre ou Mesmo Depois de Deduzir Dele o Azul (1970), As Musculaturas do Arco Triunfo (1976), Jequitinhonha – Poemas do Vale (1980), Texturaafro, (1992), Litanias de Cão (2002) e A Cor da Pele, que teve sucessivas edições e foi adotado diversas vezes em vestibulares, tornando-se não apenas o seu livro mais famoso, mas colocando-o como um dos maiores poetas brasileiros negros do século XX. Adão Ventura morreu em Belo Horizonte, em junho de 2004, quando preparava a edição de suas obras completas, reunindo todos os livros publicados e dezenas de poemas inéditos. A partir dos originais foi publicada a antologia Costura de Nuvens, Edições Dubolsinho (2006), título que o próprio poeta havia escolhido. Esta é a segunda homenagem que o projeto Terças Poéticas presta ao poeta Adão Ventura

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Colete de crochê

Lindo casaco aberto, feito com linha Cléa bege, com lindo ponto rendado. - R$ 150,00 (Vendido)

Mais uma modelo especial e charmosa, valorizando ainda mais esse belo trabalho.
"...peguei as cinco estrelas
do céu uma a uma
elas estrelas não vieram
mas na minha mão
todas elas
ainda me perfuma."
Leminski

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Segunda-feira


Olá, meus queridos amigos.
Vamos começar bem a semana? 

Comece a segunda-feira fazendo uma limpeza…
Varra de seu coração: a tristeza, a angústia, a aflição.
Varra de sua vida: a inveja, a maledicência, a fofoca.
Varra do seu corpo: a preguiça, o tédio, os maus pensamentos.
Varra de seu caminho: o mau olhado, o mau agouro, o mau pressentimento.
Deixe fluir a alegria de sua alma. Trabalhe seu corpo para o bem.
Agradeça por seu trabalho e acima de tudo comece sua semana com felicidade no coração, pois novos horizontes se aproximam, novas alegrias irão chegar e seu coração estará pronto para receber tudo isso.

Desejo a vocês, uma linda semana!



quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Hamilton Faria - Conclusão


Olá, meus queridos amigos.
Esses escritores são tão maravilhosos, que não dá vontade de parar de falar sobre eles, e hoje teremos um pouquinho mais sobre esse incrível homem e poeta, com breves trechos e alguns poemas, encerrando assim essa singela homenagem a quem realmente merece participar do "Cantinho da Literatura". Mas não precisa ficar somente nessa "amostra grátis". Pesquisem mais; vocês vão conhecer melhor Hamilton Faria.
Abraços da amiga Janete


JÚBILO
Sim – a vida
Sempre me foi vasta
E límpida
Uma deusa nua
Uma fêmea casta
Lírios
Foram todos
Amados
Qual um filho
Do destino
- e crivo
De amares
O sangue
Da maravilha:

Estou vivo!



O ESPELHO E O TEMPO

Ontem olhei ao espelho de relance
E nada gostei do que vivi
Talvez o tempo eu não mais alcance
Pois também não gostei do que morri
Tempo é pedra – se desfaz de lento
Sob a dura intempérie inelutável
Até uma árvore sem folhas e sem tronco
(forma que faz presença no invisível)
Como um mago que faz sumir os traços
Um lenço um pombo uma coisa sem nome
Que depois se eleva a um pássaro

A um vasto ser que nunca some


ODEÁGUAS

ao Rio Negro   Águas de onde O céu se esconde Por trás dos montes   Nas tuas telas Desenho nelas Um mar de águas   Que se evapora No lá de longe Onde não há Hoje ou ontem   Águas que montes Cavalgam horizontes ? E onde o sol Se põe contente Dizendo adeus Ao dia errante   Águas pra onde Me levas sempre Nem sei se nasces Ou morres onde   Sei só que trazes O que não há O que não finda O que não diz – Dirá ainda?   Águas me levas Algum lugar E o que me trazes Não sei o que Será quando   Águas de úberes Vaca sagrada Bebe-se nelas O doce leite Do riomar Que galga o céu Como prece o altar   Ó rio que fonte Te pariu onde? Rio voraz Que não és mar Se tudo tomas e Te apraz ?   Que não és mar Tu que não tens Sonhos de fonte Ou inocente córrego Sem horizonte ?   Que nasceste E a morte não virá Te visitar   Soma das águas ! Que sonham A Mar   
(Hamilton Faria, Ubuntu – o poeta andarilho, inédito)





segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

De tudo um pouco

Olá, meus queridos amigos.
Vamos trabalhar, colocar os pés no chão; vamos sonhar, viver uma ilusão... vamos começar mais uma semana; vamos fugir, nos encontrar, vamos acreditar desacreditando, vamos sorrir e chorar, mas não vamos perder a fé, pois só ela nos fortalece e não deixa que percamos o rumo certo da vida, não importa o que aconteça em cada fase, mas que possamos viver um dia de cada vez, uma semana de cada cada mês...

"Desejo de tudo um pouco! Sensibilidade para não ficar indiferente diante das belezas da vida. Coragem para realizar o que tem vontade; para colocar a timidez de lado...
Solidariedade para não ficar neutro diante do sofrimento da humanidade. Bondade para não desviar os olhos de quem te pede ajuda. Amizade para você descobrir que, quem tem um amigo, tem um tesouro. Esperança para fazer você acreditar na vida e se sentir uma eterna criança. Sabedoria para entender que só o bem existe, o resto é ilusão. Desejos para alimentar o seu corpo, dando prazer ao seu espírito. Sonhos para poder, todos os dias, alimentar sua alma. Amor para você ter alguém para amar e sentir-se amado. Para você desejar tocar uma estrela, sorrir para a lua; sentir que a vida é bela, andando pela rua. Tenha de tudo, um pouco... E SEJA FELIZ! Boa semana para você!"
Uma semana muito feliz para todos.
Abraços da amiga Janete

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Hamilton Faria -

Olá, meus queridos amigos.
Hoje, mais um escritor brasileiro para abrilhantar o nosso "Cantinho da Literatura".
Para quem ainda não conhece, segue dois pequenos trechos falando um pouco sobre esse poeta.


Hamilton Faria publicou dez livros de poesia e participou de 20 antologias no Brasil e no exterior. Seu livro mais recente, mínimoIMENSO, foi publicado pela Casa dos Omaguás, em 2013 (digital e em papel); em segunda edição, em 2015. Participa de leituras poéticas no Brasil convidado por centros culturais, universidades e secretarias de cultura, fundações culturais, bibliotecas, livrarias, encontros de escritores, meios de comunicação; e espaços públicos.
No exterior, realizou leituras poéticas em universidades, centros de cultura, encontros de artistas, feiras de livros, ruas e praças.



mínimoIMENSO
I
 
Eu sou só isso
Mas tudo isso
Eu sol?
 
II
 
Ao despir o manto
Dá-me mais metáforas
Que água
 
III
 
Ao pisar a pedra
Deixa-me ser delicado
Como quem pertence
 
IV
 
A minha fome de mim
Não se baste à frugal palavra
Sacie-me o mistério
 
V
 
Antes que tarde
ver a metáfora
Transformar-se
Em árvore
 
VI
 
Imenso universo
Da minha vida pequena
Eu sou apenas
 
VII
 
Limpo o pó do espelho
O que me diz esta água fria
Severa fonte de Mallarmé?
Verdade ou ironia?

“Reuni estes poemas em um pequeno livro (mínimo), com poemas mínimos (três a quatro linhas) comunicando o imenso, trazendo consigo um cosmos de sentimentos, pensamentos emotivos, contemplações. O livro também busca novas situações poéticas, e trabalha com  as palavras e a linguagem, e está atento a uma unidade do texto, embora cada poema valha por si. O livro é também uma proposta e traz consigo um risco – a proposta do Potlatch e não há boa proposta se a literatura não for compatível –, pois não se sustenta se o texto não corresponder àquilo que se propõe”, diz.
O poeta esclarece que a forma do livro, cor, papel, a distribuição dos textos no silêncio da página, as fotos, tudo foi pensado para compor com os textos e a proposta e ficasse um objeto agradável para ser doado. Segundo ele, “a artista e designer Marilda Donatelli foi a grande autora desta apresentação e Rita Joly me ajudou na organização dos  poemas e dialogou com a produção”.

Foi apenas um "aperitivo", mas vale a pena saber mais sobre Hamilton Faria. Tenho certeza que vocês vão se surpreender com esse incrível poeta. Pesquisem.
Abraços da amiga Janete



terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Blusa de tricô Peruano



Graciosa blusa com pontos vazados, feita com linha Camila Fashion na cor lilás,
 tamanho P/M - R$ 60,00 (Vendida)



 " O rosto puro da criança vai e vem
vem e vai
balança."
Manuel da Fonseca



segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Cheia de paz e amor

Olá, meus queridos amigos. Para quem acompanha "Começando bem a semana", deve ter percebido a mudança nas mensagens, São textos de autores desconhecidos, mas escolhi com muito carinho e espero que possam, de alguma forma, ajudar a refletir sobre um jeito mais simples de viver e ser feliz. 
Vamos começar bem a semana?

"Venho desejar-te uma ótima semana. Cheia de paz e amor; cheia de sorrisos e amizades; cheia de sonhos.
Que cada passo que você der, seja firme. Que cada sonho que tiver, realize, e que cada minuto que passar, aproveite o máximo, para que mais a frente você possa olhar para trás e dizer: 'valeu'! 
Aconteça o que acontecer, tenha força, fé e coragem.
Confie em si mesmo e lute com todas as armas que tem para construir um mundo melhor para todos.
Promova a paz e a equidade; sonhe com a igualdade, para que encontre mais a frente um mundo mais humano.
Sei que sozinhos não podemos mudar o mundo. Porém, sei também que pequenas atitudes fazem toda a diferença e promovendo o exemplo podemos arrastar multidões para essa luta! Você confia nisso? Então sinta-se feliz por confiar em si mesmo e na sua força e tenha garra tornando sua semana a melhor de todas!"
É o que também desejo a todos vocês, meus queridos amigos.
Uma semana abençoada a todos.
Abraços da amiga Janete




...Notícias...