quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Adão Ventura


Olá, meus queridos amigos.
O nosso blog da amizade tem a honra de homenagear mais uma pérola da Literatura Brasileira, e para quem não conheceu, assim como eu também não conheci, segue uma resumo de sua biografia, lembrando que vale a pena saber mais sobre esse incrível poeta, pesquisando e lendo mais Adão Ventura.


Adão Ventura Ferreira Reis nasceu em Santo Antônio do Itambé, então distrito do Serro (MG), em 1946. Viveu seus primeiros anos no campo, em péssimas condições, mas mudou-se para Belo Horizonte, onde se graduou em Direito pela UFMG. Em 1973 esteve nos Estados Unidos lecionando Literatura Brasileira na Universidade do Novo México e participando do “International Writing Program”, da Universidade de Iowa, destinado ao intercâmbio entre escritores jovens. Depois de exercer várias atividades, mudou-se para Brasília, onde presidiu a Fundação Palmares - entidade governamental dedicada à cultura negra. Obteve prêmios com a sua poesia e tem obras traduzidas para o inglês, espanhol, alemão e húngaro. Publicou Abrir-se um Abutre ou Mesmo Depois de Deduzir Dele o Azul (1970), As Musculaturas do Arco Triunfo (1976), Jequitinhonha – Poemas do Vale (1980), Texturaafro, (1992), Litanias de Cão (2002) e A Cor da Pele, que teve sucessivas edições e foi adotado diversas vezes em vestibulares, tornando-se não apenas o seu livro mais famoso, mas colocando-o como um dos maiores poetas brasileiros negros do século XX. Adão Ventura morreu em Belo Horizonte, em junho de 2004, quando preparava a edição de suas obras completas, reunindo todos os livros publicados e dezenas de poemas inéditos. A partir dos originais foi publicada a antologia Costura de Nuvens, Edições Dubolsinho (2006), título que o próprio poeta havia escolhido. Esta é a segunda homenagem que o projeto Terças Poéticas presta ao poeta Adão Ventura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...