terça-feira, 31 de julho de 2012

Resista




Boa noite meus queridos amigos. Hoje estou deixando uma mensagem especial para o meu vizinho Sr. Toninho, que precisando de forças para resistir à dor que plantou em sua família com a perda da sua esposa Lúcia.
Uma palavra amiga renova a esperança e a certeza de que podemos continuar a caminhada com a certeza de que não estamos sós; e nesse momento, ofereço a toda  família essa mensagem para ajudar a superar esse sofrimento.
Com  meus sinceros sentimentos, um abraço especial da amiga Janete e família.
Que Deus os abençoe.


RESISTA!

Resista um pouco mais, mesmo que as feridas latejem e que sua coragem esteja cochilando.

Resista mais um minuto e será fácil resistir aos demais.

Resista mais um instante, mesmo que a derrota seja um ímã, mesmo que a desilusão caminhe
em sua direção.

Resista mais um pouco, mesmo que os invejosos digam para você parar, mesmo que sua esperança
esteja no fim.

Resista mais um momento, mesmo que você não possa avistar ainda a linha de chegada, mesmo que
as inseguranças brinquem de roda à sua volta.

Resista um pouco mais, mesmo que a sua vida esteja sendo pesada como a consciência dos insensatos
e você se sinta indefeso como um pássaro de asas quebradas.

Resista, porque estamos sentados na arquibancada do tempo, torcendo ansiosos para que você vença
e ganhe de Deus o troféu que você merece.

domingo, 29 de julho de 2012

Peixe - Filé de Peroá com alcaparras


Olá meus queridos amigos.
Finalmente uma receita nova para vocês. Muito simples e fácil de fazer e o mais importante: DELICIOSA!!!!!


Ingredientes:
01 kg de filé de Peroá
01 vidro pequeno de alcaparras
02 batatas cortadas em rodelas
Cebola
Salsinha
Cebolinha verde
Azeite
Limão
Modo de preparo:
Tempere os filés de Peroá com alho, sal, limão e vinagre.
Forre um tabuleiro ou refratário com papel alumínio e arrume os filés com rodelas de batatas (cruas), cebolas picadas ou em rodelas, espalhe alcaparras e os temperos verdes: salsinha e cebolinha. Regue com azeite e leve ao forno médio e deixe assar até que as batatas fiquem macias.
Obs.: fizemos essa receita hoje e ficou uma delícia. Na verdade, quem fez foi o meu marido e ficou super aprovada e deu vontade de passar por baixo da mesa. Hummmmmmmm!!!!!!
Não deixem de abrir o “Cantinho da culinária” de vez em quando, pois tem mais 72 sugestões de receitas para vocês e todas muito fáceis de preparar.

Uma ótima semana a todos com o abraço carinhoso da amiga Janete

Deus nos promete proteção de mal e perigo.
A Bíblia diz em Salmos 91:10 “Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.”



sábado, 28 de julho de 2012

Dica para os pés.


COMO TRATAR DOS PÉS. E COM CALOS‏

Pés macios mostram o quanto a pessoa é bem cuidada (Foto: Thinkstock) Nossos pobres e sacrificados pés são muitas vezes os últimos a merecerem nossa atenção ao nos arrumarmos, mas cuidado: muitas gente está reparando nos seus pés para avaliar se você é mesmo uma pessoa bem cuidada e até mesmo refinada!
Os pés se ressecam muito, desenvolvem calosidades e zonas ásperas. Os calcanhares e as pontas dos dedos ficam grossos e, por vezes, cheios de rachaduras devido a estas causas:


Pressão exercida pelo peso do corpo sobre os pés - a pele engrossa numa reação de defesa, para suportar melhor esta pressão;

··        Atrito causado pela constante fricção dos pés com o calçado ou com o chão – da mesma forma, a natureza sábia faz com que a pele se espesse para suportar este atrito sem formar bolhas (por isso é freqüente que numa viagem onde se caminha muito, ao usar um mesmo sapato, se formem bolhas nos locais de atrito. Na cicatrização, a pele que antes ostentava a bolha se torna mais grossa);
·        A pele dos pés tem camada superficial naturalmente mais grossa (a chamada camada córnea, de células “mortas”), o que faz com que seja sempre mais ressecada, (como em cotovelos, palmas, joelhos);
·        Defeitos e vícios ao caminhar concentram a pressão em determinados pontos que sofrem mais desenvolvendo calosidades mais exuberantes
·        Sapatos apertados de bico fino ou tênis que batem nas pontas dos pés durante caminhadas, esteira e exercícios causam dano nas pontas dos dedos, pressionando as unhas (especialmente a dos dedões) e provocando o espessamento de queratina sob as unhas, facilitando o aparecimento de micoses nas unhas e ocasionam também as calosidades.

Usar saltos em excesso pode engrossar os dedos e a parte anterior da sola (Foto: Thinkstock)“Entre a cruz e a espada”
 Salto alto concentra a pressão nas pontas dos pés fazendo com que dedos e a parte anterior da sola fiquem grossos, ásperos e ressecados, mantendo o calcanhar mais macio. Rasteiras, chinelinhos e sapatos sem nenhum salto concentram a pressão e atrito nos calcanhares, o que os deixa, ásperos, ressecados e até rachados, enquanto os dedos e aparte da frente não sofrem tanto. Como evitar
·        Controle o excesso de peso - 5 kg a mais já representa significativa sobrecarga sobre os pobres pés;
·        Evite, na maior parte do tempo, usar sapatos de bico muito fino e feitos de material muito rígido. Quanto mais macio, não só na região da palmilha, mas também no couro ou tecido em que é confeccionado, melhor, pois há menos atrito e pressão sobre as áreas de contacto;
·        Procure alternar os tipos de calçados: se você só gosta de salto alto, aproveite o tempo em que está em casa para usar saltos mais baixos, sapatos abertos, sandálias. Se você é fã das rasteirinhas e seu calcanhar está uma lástima, considere usar, de vez em quando, um saltinho médio. Contorne o problema alternando os modelos e procurando comprar alguns sapatos com um pouco de plataforma,
·        Use diariamente, após o banho, creme com uréia, ácido glicólico, ácido lático e ácido salicílico. Passe-o em todo o pé, nas unhas e sob elas, para amaciar a sola dos pés e antagonizar a tendência natural da pele, que é endurecer e rachar. Existem no mercado cremes especiais para os pés , procure estes componentes nos rótulos.

Hidratantes mais indicados são aqueles com uréia, ácido glicólico, ácido lático e ácido salicílico na fórmula (Foto: …Para tratar seus pés  Pés grossos e cansados se recompõem num passe de mágica! Se você puder, tape o ralo do box: assim, você deixará seus pés numa certa imersão enquanto toma banho. Isto amolece a pele grossa e atenua dores. Você verá que a pele grossa dos calcanhares, calos e joanetes vai se despregando.  Nesta hora pode-se fazer esfoliação usando-se bucha áspera ou pedra pomes (ou mesmo sabonetes com grãos abrasivos).  Ao sair do banho, aplique generosamente creme hidratante com uréia, ácido glicólico, ácido lático, ácido salicílico e alantoina nos pés e unhas. O resultado seré: pés macios, bonitos e descansados, com unhas mais finas e polidas. Se preferir, aplique o creme diariamente antes de dormir. Em casos mais graves, uma noite ou outra aplique o creme e envolva os pés com magipack (papel filme de PVC) para concentrar bem o produto. Na manhã seguinte os pés já estarão bem melhores 

Tente deixar os pés imersos na água durante o banho para amolecer a pele grossa (Foto: Thinkstock) Cuide das calosidades, raspando-as após um banho quente com lixa, com muita calma e cuidado. Aplique o creme para os pés com ácido glicólico e/ou ácido salicílico logo após. Assim, previne-se que os calos se refaçam rapidamente, cresçam e doam. Existem produtos adesivos à base de ácidos para tratar os calos nas farmácias.
 Ressecamentos intensos não tratados podem evoluir para rachaduras que doem muito e fazem com que a própria maneira de andar da pessoa fique defeituosa, pois espontaneamente se evita encostar o pé no chão no ponto dolorido. Isso pode causar problemas de coluna, dores nas costas e nas pernas.
Massageie os pés com um creme hidratante apropriado: isso hidrata e tira a sensação de ressecamento (Foto: Thi …

Estas fissuras podem se infectar por bactérias, servindo de porta de entrada para microorganismos capazes de causar infecção e inflamação nos pés e pernas. Se há rachaduras nos calcanhares, além dos hidratantes, recomenda-se cremes cicatrizantes e antisépticos, como clostebol e alantoina (à venda em farmácias). Na maior parte dos casos, após uma semana de bons cuidados, os pés “agradecidos” já mostram ótimos resultados: ficam mais macios, finos e bonitos.

Tenham todos um final de semana feliz.
Abraços da amiga Janete

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Vovó


Boa noite, meus queridos amigos.
Ainda em tempo, quero deixar uma singela homenagem para esse dia muito especial:
Vovó, você é duas vezes mãe...
duas vezes carinho...
duas vezes amor...
duas vezes compreensão...
o que mamãe fez por mim, você fez por ela também..
por tudo que és, exemplo de paz, de amor e de afeto...
te amo vovó
parabéns pelo seu dia!!
                                                  


 
"Ser avó não significa aposentar-se e ser chamada de “vózinha” e sim voltar à maternidade e viver uma nova fase."
Que Deus abençoe e dê muita sabedoria e alegria a todas as avós.
Abraços da amiga Janete

terça-feira, 24 de julho de 2012

Uma mensagem para você




Bonitas são as coisas..

Bonitas são as coisas vindas do interior, as palavras simples, sinceras e significativas. 


Bonito é o sorriso que vem de dentro, o brilho dos olhos... 



Bonito é achar a poesia do vento, das flores e das crianças. 



Bonito é chorar quando sentir vontade e deixar que as lágrimas rolem sem vergonha ou medo de crítica. 



Bonito é gostar da vida e viver do sonho. 



Bonito é ser realista sem ser cruel, é acreditar na beleza de todas as coisas. 



Bonito é você ser você, do jeito que você é, sem máscaras, sem falsidades, sem falcatruas, com transparência
e principalmente com muita bondade e honestidade. 

Padre Marcelo Rossi

"A vaidade é o caminho mais curto para o paraíso da satisfação, porém ela é, ao mesmo tempo, o solo onde a burrice melhor se desenvolve".
Augusto Jorge Cury

Abraços da amiga Janete


segunda-feira, 23 de julho de 2012

Cj. infantil - colete - golinha e cachecol


Olá meus queridos amigos. Como falei ontem, estou apresentando os meus últimos trabalhos em crochê e tricô.
Lindo conjunto de saia e blusa infantil em crochê, nas cores rosa e branco.
 Tamanho 03/04 anos. R$ 40,00 (Vendido)

Essa modelo é muito especial. Minha querida mãe
Delicadeza e suavidade para todas as idades.
Colete em crochê, com linha Anne na cor verde água - Tamanho 38/40
R$ 35,00 (Vendido)

Golinha em tricô, com lã Amor preto com brilho.
R$ 28,00 (Vendido)
Cachecol com franjas em tricô, com lã Amor branco com brilho.
R$ 32,00 (Vendido)

"Todos querem o perfume das flores, mas poucos sujam as suas mãos para cultivá-las."
Augusto Jorge Cury
Abraços da amiga Janete

domingo, 22 de julho de 2012

Conversando...


Olá meus queridos amigos
Estive “fora do ar” por uns dias, visitando a família e confesso, fiquei com muitas saudades dos nossos "encontros" quase diários. Nesses 15 dias deixei umas postagens, até o dia 16 e agora, graças a Deus, estou de volta e muito feliz com os acessos de vocês, meus queridos leitores. Inclusive, um dos motivos dessa “folga” foi para prestigiar e participar do aniversário de 40 anos de casamento da minha querida irmã Maria Lúcia e meu querido cunhado Ivan  Almeida. Como vocês já devem ter visto a postagem da linda festa, no dia 08 de julho e se ainda não viram, é só abrir o link  “homenagens”; tenho certeza que irão gostar. Além desse motivo especial, aproveitei para curtir um pouco a minha amada mãe, passando uns dias com ela e também visitar meus irmãos e na oportunidade, uma rápida visita à minha querida tia Glorinha, que moram em Campos – RJ.
No momento não tenho muitas novidades, mas voltarei à rotina a partir de amanhã, postando os últimos trabalhos em tricô e crochê.
Incrível como eu estava ansiosa para retornar ao nosso “Blog da Amizade”, com certeza já faz parte da minha vida e espero que fiquemos por muito tempo assim, e que eu possa atender de alguma forma, as expectativas dos membros seguidores do “janetenaweb”.
Desejo uma ótima semana a todos, com saúde, amor e muita paz em seus corações.
Abraços da amiga Janete

"Toda ação repetida gera hábito.
O hábito muda o caráter.
O caráter muda a existência."

segunda-feira, 16 de julho de 2012

MENSAGEM




Às vezes, é preciso esquecer um pouco a pressa e prestar mais atenção
em todas as direções ao longo do caminho...

A pressa cega os olhos.
E deixamos de observar tantas coisas boas e belas que acontece ao nosso redor.
Às vezes, o que precisamos está tão próximo...
Passamos, olhamos, mas não enxergamos!
Não basta apenas olhar.
É preciso saber olhar com os olhos, enxergar com a alma e apreciar com o coração...


O TER é possessivo, transitório e passa rápido.

O verbo SER não, o ser é essencial, é o que basta.

Por isso, não pense em só ter, mas seja uma bênção em Jesus.

"Todos fecham os olhos quando morrem, mas nem todos enxergam quando estão vivos"
Augusto Jorge Cury
Abraços da amiga Janete

sábado, 14 de julho de 2012

Carlos Drummond de Andrade




Olá meus queridos amigos.
Hoje, no Cantinho da literatura, vou falar um pouco desse inesquecível poeta, escritor, que nos deixou uma grande herança com as suas poesias e seus livros infantis, como todas as suas obras e sem dúvida merece nossa homenagem e reconhecimento.

Carlos Drummond de Andrade, nasceu em Itabira, no dia 31 de outubro de 1902 – Faleceu no Rio de Janeiro, em 17 de agosto de 1987. Foi um poeta, contista e cronista brasileiro.
Resumo de sua biografia:
Nasceu em Minas Gerais, em uma cidade cuja memória viria a permear parte de sua obra, Itabira. Seus antepassados, tanto do lado materno como paterno, pertencem a famílias de há muito tempo estabelecidas no Brasil . Posteriormente, foi estudar em Belo Horizonte, no Colégio Arnaldo, e em Nova Friburgo com os Jesuítas no Colégio Anchieta. Formado em farmácia, com Emílio Moura e outros companheiros, fundou "A Revista", para divulgar o modernismo no Brasil.
Em 1925, casou-se com Dolores Dutra de Morais, com quem teve sua única filha, Maria Julieta Drummond de Andrade.
No mesmo ano em que publica a primeira obra poética, "Alguma poesia" (1930), o seu poema Sentimental é declamado na conferência "Poesia Moderníssima do Brasil", feita no curso de férias da Faculdade de Letras de Coimbra, pelo professor da Cadeira de Estudos Brasileiros, Dr. Manoel de Souza Pinto, no contexto da política de difusão da literatura brasileira nas Universidades Portuguesas. Durante a maior parte da vida, Drummond foi funcionário público, embora tenha começado a escrever cedo e prosseguindo até seu falecimento, que se deu em 1987 no Rio de Janeiro, doze dias após a morte de sua filha. Além de poesia, produziu livros infantis, contos e crônicas.
Ausência
Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.


"A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca."
"Drummond - 80 anos", homenagem do 'JB' ao seu então cronista Em 1982, o JB publicou um caderno especial sobre a vida e a obra do itabirense





O caderno, de 11 páginas, foi publicado em 26 de outubro de 1982, com a participação de amigos escritores e de admiradores que escreveram sobre a sua obra. Nele, o cronista que não gostava de dar entrevistas venceu a timidez e estendeu-se em uma conversa com João Máximo, na que seria a mais longa a que ele se permitiu: nove horas. 



Caderno especial, publicado em 1982, pode ser relido pelos leitores do Jornal do Brasil

A crônica "Cora Coralina, de Goiás" descortinou o talento da escritora 

No Meio do Caminho
Carlos Drummond de Andrade
No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra
Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
Tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra.
José
E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
E agora, você?
Você que é sem nome,
Que zomba dos outros,
Você que faz versos,
Que ama protesta,
E agora, José?
Está sem mulher,
Está sem discurso,
Está sem carinho,
Já não pode beber,
Já não pode fumar,
Cuspir já não pode,
A noite esfriou,
O dia não veio,
O bonde não veio,
O riso não veio,
Não veio a utopia
E tudo acabou
E tudo fugiu
E tudo mofou,
E agora, José?
Esse foi apenas um trechinho do famoso poema de Carlos Drummond de Andrade.
Algumas frases e pensamentos de Carlos Drummond de Andrade:

“Há campeões de tudo, inclusive de perda de campeonatos.”
“Há homens e mulheres que fazem do casamento uma oportunidade de adultério”.
“No adultério há pelo menos três pessoas que se enganam.”

“Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo.”
“Escritor: não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer outra maneira.”
“Perder tempo em aprender coisas que não interessam, priva-nos de descobrir coisas interessantes.”
“Necessitamos sempre de ambicionar alguma coisa que, alcançada, não nos torna sem ambição.”
“Há duas épocas na vida, infância e velhice, em que a felicidade está numa caixa de bombons.”
“A amizade é um meio de nos isolarmos da humanidade cultivando algumas pessoas.”
  


Em breve, teremos mais algumas das obras desse admirável poeta, pensador, escritor, que nos dará um grande prazer em ler e reler esse fenômeno da literatura, homenageando as suas crônicas, poesias e pensamentos.
Abraços da amiga Janete

"O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar."



quinta-feira, 12 de julho de 2012

Dica para preparar massa ásica de bolo


Boa noite, meus queridos amigos
Uma dica interessante para quem gosta de fazer bolo:


A preparação da massa básica de bolo varia bastante, mas alguns truques valem para todas. Capriche nessa receita e impressione sua família – eles não vão aguentar ficar um dia sem essa delícia.

1 - A massa fica especialmente fofa se substituirmos parcialmente manteiga por óleo ou adicionarmos 1 colher de sopa de vinagre à massa. O mesmo vale se substituirmos a metade do leite por água mineral gasosa.
2 - Fôrmas preaquecidas no forno ficam mais fáceis de untar.
3 - O bolo se solta mais fácil depois de assar se colocarmos a fôrma um pouco no congelador depois de untar.
4 - Se furarmos a massa de bolo levedada, amanteigada ou folheada com um garfo antes de assar, ela não forma bolhas.
5 - Nos primeiros 20 minutos não se deve abrir o forno, ou o bolo pode solar.
6 - O bolo cresce especialmente bem se colocarmos no forno um recipiente resistente ao calor com água.
7 - Para ver se o bolo está assado, deve-se introduzir um palito ou garfo na massa. Se saírem limpinhos, o bolo está pronto.
8 - Um bolo nunca deve ser resfriado repentinamente, senão murcha. É melhor deixá-lo no forno desligado e aberto.
9 - Para ver se a umidade da massa está no ponto certo, deve-se observar o seguinte: a massa de bolo levedada não cola nas mãos após descansar. A massa básica cai em pedaços das hastes da batedeira; se ficar presa, está muito consistente. Massa amanteigada tem de estar macia após ser batida; se ficar esfarelada, está muito seca. (Fonte: O Melhor da Sabedoria Popular – Reader´s Digest)
"O passado é uma cortina de vidro. Felizes os que observam o passado, para poder caminhar no futuro"
Augusto Jorge Cury
Abraços da amiga Janete

40 anos de casamento


Olá meus queridos amigos. Estou aqui para prestar essa grande homenagem para a minha querida irmã Maria Lúcia e meu cunhado Ivan nos seus 40 anos de casamento.
Foi um lindo dia de festa, domingo, 08 de julho de 2012.
Trouxe para curtir com vocês, os melhores episódios:


                                          
Momentos especiais com a família e os amigos, iniciando com um delicioso café da manhã.




Encerrando o café da manhã e enquanto preparava o churrasco, os convidados se reuniram para assistir ao vídeo de Maria Lúcia e Ivan em sua trajetória nos 40 anos de casados.
Após a sessão de vídeo, Maria Lúcia agradeceu aos convidados, demonstrando alegria e satisfação com a presença de todos.
Uma homenagem da sua irmã Janete
 Os filhos prestaram uma linda homenagem com a tele mensagem móvel:
Além de muita animação, teve um momento especial de reflexão e oração para a família e todos os convidados.
Após esse momento de muita emoção, o casal recebeu homenagens dos filhos Toni e Ivanzinho, da sua irmã Rosemary e de alguns amigos.




A festa continua, com diversão para todas as idades.
Com muita alegria e consideração, os convidados continuavam a chegar, dando sequência a essa festa que foi um espetáculo.




O DJ continuou com a animação, convidando todos para dançar e assim foi até o final da festa.


Para encerrar essa linda festa com chave de ouro, essa deliciosa Paeja de frutos do mar, oferecida pelo  amigo Dr. Eraldo.
Quero também registrar o agradecimento às colaboradoras durante a festa.
Espero que curtam essa homenagem que foi preparada com muito carinho para vocês.

Agradecemos pela oportunidade e  alegria que tivemos em passar esse dia especial com vocês.
Que o Senhor Deus continue derramando bênçãos sobre essa união, estendendo a Mão do Altíssimo sobre a sua família, proporcionando muita saúde, alegria, realizações e acima de tudo, muita harmonia em seu lar. 

Com muito carinho da irmã, comadre e amiga Janete.

"Confia do Senhor as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos"
Provérbios 16-3

...Notícias...