segunda-feira, 29 de maio de 2017

Para todas as mães "pausadas"

Olá, meus queridos amigos.
Já que estamos na última semana do mês de maio, mês querido, de tantas comemorações; mês das noivas, das mães e mês de Maria, vamos encerrar com uma bela reflexão em homenagem às mães,  começando a segunda-feira com esse  texto que recebi e achei realmente muito lindo e verdadeiro.
 
"Hoje fiquei pensando em quantas vezes, desde que me tornei mãe, já escutei a frase "não pause sua vida pelos filhos pois eles um dia crescem" ou alguma variação dela, repetida, ainda que não intencionalmente, como uma forma disfarçada de menosprezar a dedicação materna. Se cria filho pro mundo, todo mundo diz. As asas, as benditas asas. Eu sei, você sabe.
 
Não pausar a vida. Ideia curiosa essa já que ser mãe é viver eternamente de pausas. Por 9 meses (ou mais) a gente pausa o vinho. Por muitas e muitas noites a gente pausa o sono.
A gente pausa a reunião de trabalho, a ligação importante, a promoção.
A gente pausa a poupança porque juntar dinheiro fica difícil. A gente pausa as refeições e os banhos. A gente pausa os planos de viagens, as saídas com as amigas, as idas ao cabelereiro. A gente pausa a própria vida pra respirar a deles.
 
Criar para o mundo. O que isso seria? Suponho que minha mãe me criou "para o mundo", sempre me dando asas. Saí de casa aos 14 anos e aos 18 saí do país. Fui conquistar esse mundão para o qual ela me criou.
 
Mas a verdade é que eu nunca deixei de ser dela. Um pedaço dela. Um produto dela. Tão dela que mesmo com mais de 30 anos, eu ainda preciso que ela pause a vida dela por mim. E ela pausa. Passa 2, 3 meses aqui, vivendo minha vida. Ela pausa com a generosidade de quem é acostumada a pausar e doar e amar e amar e amar.
 
Então eu penso, enquanto tomo meu café com lágrimas e amargo as saudades que sinto da minha mãe, que filhos não são do mundo.
 
Nossos filhos são nossos! Eles vieram da gente e voltam pra gente de novo e de novo. Mesmo estando longe, eles são nossos.
Nossos pedaços. Nossos produtos. Os produtos de todas as nossas pausas. Porque é na pausa que fortalecemos o vínculo, é na pausa que construímos as memórias. É no pausar da vida, nesse incessante viver pelo outro, em meio as dores e sacrifícios que como mulheres, muitas vezes nos vemos mães."
Autor desconhecido.
Uma abençoada semana para todos, especialmente para as mães "pausadas"
Abraços da amiga Janete

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Casaquinho de croche com ponto renda

Olá, meus amigos.
Esse é um casaquinho de crochê, feito com linha Cléa em ponto renda. Não está à venda, pois fiz para mim, mas aceito encomenda.


Valor: R$ 120,00
 













quarta-feira, 24 de maio de 2017

Bata Fashion

Olá pessoal.
Estou apresentando uma bata diferente e bem versátil, podendo usar com roupas mais despojadas, com camisetas ou blusas de gola alta, e também com malhas de mangas compridas, aproveitando a estação mais fria que se aproxima, enfim, ideal para curtir em qualquer estação.






Feita em crochê atravessado, com fio EuroRoma amarelo - Tamanho M/G
Comprimento médio. R$ 100,00

 

terça-feira, 23 de maio de 2017

PROMOÇÃO BLUSAS CROCHÊ E TRICÔ E TOPS CROPPEDS EM CROCHÊ

Olá, pessoal.
Estou fazendo uma grande promoção de algumas peças de crochê e tricô, para renovação de estoque, variando entre 15% e 40% de desconto..
Como sabemos, são peças que estão sempre acompanhando as estações do ano, com versatilidade e sem medo de errar no look de sua preferência.
Espero que gostem, e estou à disposição no face podendo também deixar o seu "recadinho" à direita da página do blog, ou para quem tem o meu telefone, estando disponível também no WhatsApp.
Bata de crochê, feita com linha Anne em lindos tons de verde - tamanho M/G.
De R4 80,00 por R$ 56,00, com 30% de desconto.

Blusinha branca em tricô no  ponto areia, com fio EuroRoma fino, ideal para o dia a dia, curtindo uma malha bem casual. Tamanho P/M.
De: R$ 65,00 por R$ 45,50 - com 30% de desconto

 
Blusa versátil em tricô com linha Pingouin Bella branca, no ponto areia. Tamanho M
Essa blusa pode ser usada em três versões; muito legal.
De: R$80,00 por R$ 56,00 - com 30% de desconto.

 
Linda blusinha (camiseta), trabalhada em crochê com linhas Natália e Princesa em lindos tons de laranja, vermelho, creme e bege.
Essa blusinha é ideal para qualquer estação, podendo jogar um casaquinho por cima em tempos mais frescos e veste muito bem. Tamanho P/M
De: R$80,00 por R$48,00, com 40% de desconto.



Linda blusa com manguinhas curtas, muito delicada e também feita em crochê, com linha Cléa preta.
Peça básica para qualquer ocasião. Tamanho M.
De: R$100,00 por R$ 75,00, com 25% de desconto.


 Top Cropped preto de crochê com delicados pontos, na linha Anne tamanho M.
De: R$45,00 por R$36,90, com 18% de desconto
 Top Cropped de crochê, com pontos diferenciados, na linha Pingouin Bella ,a cor bege claro - Tamanho G
De: 45,00 por R$ 36,90, com 18% de desconto

 Esse é um top cropped muito fashion, feito em crochê com pontos em leques na linha Anne brilho e com pérolas, valorizando ainda mais essa linda peça. Tamanho M.
De: R$ 60,00 por R$48,00, com 20% de desconto
 

Top Cropped de crochê com lindo ponto abacaxi, feito com fio EuroRoma natural- Tamanho G.
De: R$45,00 por R$36,00, com 20% de desconto.

Top cropped de crochê com ponto abacaxi; muito delicado, feito com linha Cléa bege, no tamanho P.
De: R$45,00 por R$33,75, com 25% de desconto.





Top cropped de crochê, com ponto abacaxi, com linha Anne branca, tamanho M/G.
De: R$45,00 por R$ 36,90, com 18% de desconto.


Lindo top cropped de crochê com ponto abacaxi na linha Charme rosa pink no tamanno P.
De: R$55,00 por R$44,00, com 20% de desconto.
Também muito charmoso esse lindo top cropped de crochê com bojo, em pontos abacaxi e leques, na linha Anne caramelo - tamanho M/G.
De: R$60,00 por R$48,00 com 20% de desconto. (Vendido)
Os tops podem ser forrados ou se preferir, colocar bojos, que encontra em armarinhos e é muito fácil de aplicar. Vai da preferência de cada pessoa.
 
 

É isso aí pessoal. Por enquanto são essas peças em promoção com preços bem acessíveis, e com a garantia de que crochê está sempre em alta e é muito bom para quem gosta e valoriza os trabalhos manuais.
Espero que tenham curtido essas promoções.
Aproveitem!
Abraços da amiga Janete.
 
Crochê está em alta! Vem saber como usar!

"O artesanato está em alta! Dessa vez o crochê tão característico do nosso querido Nordeste está bombando e nós estamos morrendo de orgulho. A talentosérrima Martha Medeiros abriu espaço no mundo para nós com suas rendas (muitas das quais a estilista adquire aqui na Paraba, sabiam?) e agora o crochê está conquistando fashionistas de muitos países."

 


"Meninas, o Crochê está em alta. O resultado de um trabalho muito minucioso certamente são as roupas feitas em crochê. Essa técnica requer que a artesã ou artesão seja muito paciente e criativo, para poder fazer peças únicas e muito criativas.
O crochê está sendo cada vez mais valorizado e nas últimas temporadas de primavera/verão ele ganhou muito destaque nas coleções de vários estilistas internacionais e nacionais. E nessa estação que está por vir não será diferente, ele vem com tudo!
Quando a gente fala em crochê a gente pensa somente em vestuário (camisas, shorts, saias, vestidos) mas esquecemos que ele está presente nos acessórios também, cintos, bolsas, pulseiras, brincos, tiaras e até mesmo chapéus.
Há uma grande revalorização do crochê, e ele pode ser usado de diversas maneiras, você pode usar durante o dia e a noite, para trabalhar ou para ir o shopping, é um estilo super democrático e que está aí para agradar mulheres, senhoras e até crianças.
Para um visual praiano super charmoso e diferenciado opte por peças em crochê (biquíni, maiô, saídas de praia), como você pode perceber ele invadiu até na moda praia.
Há pontos bem trabalhados, mas também tem os simples, fechados ou mais abertos, vai do gosto de cada pessoa. A maioria das pessoas tem alguém na família que sabe fazer crochê. Então mãos a obra."





 

 
 
 
 









 

Gorrinhos Kits em tricô Bebê Dorminhoco


LINDOS E DELICADOS PARA O CONFORTO DO BEBÊ

Gorrinho Bebê Dorminhoco com pompom, na versão Flamengo, com linha Anne, para bebê de 0 a 4 meses
R$ 28,00 (Vendido)
 
Na versão Vasco ou Botafogo, esse lindo Kit para recém nascido, todo trabalhado em linha Cléa com fio duplo - gorrinho em tricô, sapatinhos e luvinhas em crochê .
R$ 50,00 (Vendido)
Na versão Fluminense, também trabalhado com fio duplo, gorrinho em tricô, sapatinhos e luvinhas em crochê, para bebês de 0 a 4 meses. R$ 50,00 (Vendido)
Gorrinho em tricô com um charmoso pompom para Recém nascido, com linha Camila 1000 vermelho feito com fio duplo - R$ 25,00

Quer ver mais?
Abra os links de Crochê e Tricô 2015 e 2016, à esquerda da página, em Categorias.
Abraços da amiga Janete














segunda-feira, 22 de maio de 2017

O Banqueiro

Olá, meus queridos amigos
Será que essa piadinha que era para ser considerada engraçada, não está lembrando uma piada sem graça com o que está acontecendo com o nosso País? Sem graça e muito triste; afinal, que Lava Jato é esse? Que autoridade? Como vai acontecer um desmanche desse sistema político, que só acontece duas coisas: muita acusação de um lado, muita defesa de outro, um jogo de peteca, fazendo um País inteiro de idiota; ora, quem acusa com tanta convicção, tem provas; quem deposita em contas bancárias, tem comprovantes. Cadê as provas? Cadê o dinheiro? Cadê o resgate das propinas? E as multas milionárias?
Quem será que não quer ou não consegue resolver esse problema tão sério? Muita gente presa, mas, e daí? E agora? Vai resolver?
Se tem provas, não tem argumento que convença o contrário.
Enquanto isso, continuaremos desgovernados? É isso que está acontecendo: o povo pagando as contas das propinas, sem ter de onde tirar, enquanto os políticos se beneficiam com "vantagens financeiras", e nós, aposentados, pagando mais de 60% do que ganhamos para ter direito a um Plano de Saúde, que já se limita com certos atendimentos que se faz necessário, e quem não consegue nem isso, e depende totalmente de atendimento público num Sistema Único de Saúde, que só deixa a desejar e humilhar o povo? E os milhões de brasileiros desempregados, e a violência aumentando, mas os lesados, roubados, feridos e mortos, são exatamente as pessoas honestas, trabalhadoras e que mal conseguem sobreviver nessa guerra fria, nessa guerra política...
É, mas se fala em muitos milhões e bilhões, com tanta facilidade...Essa desigualdade é mesmo injusta e irônica...
 
Será que estão esperando crescer a grama? - espero que seja num sentido figurado - Ou será que vão devolver esse dinheiro para que o povo brasileiro viva com a dignidade que merece - saúde, educação, segurança, trabalho e a certeza de que só depende dessa postura dos políticos, para que o País seja exemplo de honestidade e os políticos dando esperança para que as gerações futuras não criem uma falsa expectativa e queiram seguir esse exemplo vergonhoso, achando que só vence quem é mais "esperto", e que fazer o bem não compensa?
 
O mais triste, é saber que essa nova geração está também nas famílias de corruptos, mergulhados num baú de mentira e falsidade. Que futuro terão essas crianças, esses jovens, que já têm uma ideia formada para suas vidas, ou será que sentem vergonha dos seus pais? Prefiro a segunda opção, mas com muita pena desses filhos.

E pensar que temos tudo para ser uma nação feliz e digna, mas com certeza, depois desse desabafo, quero também mostrar o lado da fé e da esperança, para que realmente não percamos a vontade e a força em lutar pelo nosso querido, mas tão sofrido Brasil. Saibamos de uma coisa: Somos impotentes nesse momento, mas para Deus, nada é impossível!
 
Que Deus abençoe esse País e que a Sua justiça prevaleça. Não importa o tempo, pois o nosso tempo é um e o tempo de Deus é outro, mas de uma coisa tenho certeza: A justiça de Deus não falha e não tem como correr dela.
 
O Banqueiro

"Certa tarde, um famoso banqueiro ia para casa em sua "limusine" quando viu dois homens à beira da estrada, comendo grama.
Ordenou ao seu motorista que parasse e, saindo, perguntou a um deles:
- Por que vocês estão comendo grama...?
- Não temos dinheiro para comprar comida... - disse o pobre homem. Por isso temos que comer grama.
- Bem, então venham à minha casa e eu lhes darei de comer - disse o banqueiro.
- Obrigado, mas tenho mulher e dois filhos comigo. Estão ali debaixo daquela árvore.
- Que venham também -  disse novamente o banqueiro. E, voltando-se para o outro homem, disse-lhe:
- Você também pode vir.
O homem com uma voz muito sumida disse:
- Mas, senhor, eu também tenho esposa e seis filhos comigo!
- Pois que venham também. Respondeu o banqueiro.
E entraram todos no enorme e luxuoso carro.
Uma vez a caminho, um dos homens olhou timidamente o banqueiro e disse:
- O senhor é muito bom... Obrigado por nos levar a todos!
O banqueiro respondeu:
- Meu caro, não tenha vergonha, fico muito feliz por fazê-lo! Vocês vão ficar encantados com a minha casa... A grama está com mais de 20 centímetros de altura!!"

É mole? Fala sério! Será que existe gente assim??
Desculpem meus amigos, mas infelizmente não tenho como começar a semana de um jeito diferente, mas precisamos refletir, e pelo que vejo, no momento vamos ter que refletir, refletir e quem sabe, encontrar um jeito de ajudar o nosso Brasil...
É triste e revoltante e espero que eles não pensem como esse "Banqueiro", afinal, eles precisam de pessoas para pagar as "contas".
Abraços, Janete
 


quarta-feira, 17 de maio de 2017

Feijoada da turma da aeróbica


Olá, meus queridos amigos.

Enfim, chegou a minha vez de receber os amigos da aeróbica em casa.
Confesso ter experimentado uma sensação de alegria, uma mistura de orgulho, ansiedade, preocupação, além da grande responsabilidade de organizar o nosso segundo encontro deste ano. Dessa vez fugimos do churrasco e demos lugar a uma deliciosa feijoada que, como sempre, foi partilhada entre o grupo.
Foi uma grande honra receber a turma mais animada do Centro de Convivência! Nos reunimos no sábado, dia 13 de maio, uma data muito especial e com muitos motivos para comemoração: foi o dia de Nossa Senhora de Fátima, véspera do dia das mães, comemoração dos aniversariantes do mês e os agradecimentos à recuperação de três amigas que passaram por alguns problemas de saúde, mas, que graças a Deus, estão muito bem.  Enfim, somente motivos de alegria!
Além disso, aproveitamos a oportunidade para fazer uma surpresa ao nosso professor Luiz Guilherme e à Clara: um chá de fraldas. Afinal, eles vão precisar de muitas com a chegada do pequeno Miguel já tão aguardado. Foi muito emocionante!

Sabemos que sem colaboração e boa vontade não conseguimos realizar eventos, mesmo que seja uma reunião entre amigos, sem apoio fica mais difícil alcançar o sucesso. Deixo os meus sinceros agradecimentos a todos que colaboraram e participaram com entusiasmo fazendo tudo acontecer. Em especial, ao Sr. Edson, o mestre da culinária e um grande mestre de cerimônias, responsável pela feijoada; ao meu esposo Narciso, que participou com muita animação, preparando e decorando o terraço; à minha filha Juliana, que fez as honras da casa, recepcionando as pessoas com muita alegria, inclusive, apresentando algumas fases da minha vida numa linda colcha que ela havia me presenteado; ao Yuri, seu namorado, que se empenhou em fotografar os momentos especiais da nossa feijoada; à Vanusa, minha grande companheira, sempre pronta a colaborar, e claro, aos queridos amigos que contribuíram com a partilha para que tudo acontecesse.

Vamos conferir nas fotos como tudo aconteceu:









 





 







 
 
 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


















Valeu, pessoal! Obrigada pelo carinho, e até o próximo encontro.
Abraços da amiga Janete
 
- “Nosso Senhor Jesus Cristo é o modelo verdadeiro e o grande quadro invisível com que temos de conformar todas as nossas ações; e os homens mais perfeitos que estão aqui, vivendo na terra, são os quadros visíveis e sensíveis que nos servem de modelo para regrar todas as nossas ações e torná-las agradáveis a Deus.” (XI, 212-213;XI, 129-130).































 














...Notícias...