terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Curiosidades - PROJETO TAMAR

Olá, meus amigos.
Com certeza, vocês conhecem ou já ouviram falar do Projeto TAMAR, que é um projeto conservacionista brasileiro e assim como existe 22 bases desse projeto pelo litoral do nordeste, sudeste e sul, o Espírito Santo possui 7 dessas bases, inclusive o centro de visitantes em Vitória. Sendo assim, hoje, em curiosidades, apresentarei para vocês alguns municípios que sediam essas bases.
Das 22 bases do projeto TAMAR, 18 funcionam o ano inteiro, e 4 funcionam apenas no período de desova das tartarugas.
Antes, vamos conhecer esse projeto:
Projeto TAMAR
Origem: Wikpédia, a enciclopédia livre.
O Projeto TAMAR é um projeto conservacionista brasileiro, dedicado à preservação de espécies de tartarugas-marinhas ameaçadas de extinção.
O nome TAMAR é uma contração das palavras tartaruga e marinha, necessária, no início da década de 1980, para a confecção das pequenas placas de metal utilizadas para a identificação dos espécimes pelo Projeto, para estudos de biometria, monitoramento das rotas migratórias e outros. Desde então, o nome passou a designar o Programa Brasileiro de Conservação das Tartarugas Marinhas, executado pelo ICMBio, através do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Tartarugas Marinhas, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão governamental, e pela Fundação Centro Brasileiro de Proteção e Pesquisas das Tartarugas Marinhas (Fundação Pró-TAMAR), instituição não governamental, de utilidade pública federal. Essa união demonstra a natureza institucional híbrida do projeto, que conta, adicionalmente, com a participação de empresas e instituições nacionais e internacionais, além de outras organizações não governamentais.
História:
A ideia do projeto TAMAR surgiu nos anos 70 através de um grupo de estudantes de oceonografia que viajavam para praias desertas para realizar pesquisas. Naquela época, no Atol das Rocas, os pesquisadores documentaram pescadores matando tartarugas-marinhas. Fotos e alguns relatórios foram enviados às autoridades, que estavam querendo iniciar um programa de conservação marinha dando início ao programa se desdobrou no Projeto Tamar, fundado em 1980.
Seria muito prazeroso falar mais sobre esse projeto para vocês, mas infelizmente não é possível, mas sugiro que pesquisem mais sobre a missão desse projeto e suas atividades, pois como já perceberam, é um trabalho maravilhoso e muito sério.
Agora, vamos conhecer as bases do TAMAR no Espírito Santo, começando pelo centro de visitação de Vitória, uma excelente sugestão para a garotada nessas férias e para os adultos também.
Projeto Tamar Vitória
O Centro de Visitantes do Projeto Tamar Vitória está localizado ao lado da Praça do Papa. O local conta com um roteiro interpretativo sobre a conservação das Tartarugas Marinhas, espaços temáticos sobre a Foz do Rio Doce e a Ilha da Trindade, principais sítios de desova das tartarugas no estado, além de um auditório para realização de palestras e exibição dos vídeos ambientais e dois tanques iniciais com 2 e 30 mil litros com espécimes de tartarugas verdes.
O tanque menor retrata o ninho e os filhotes, enquanto que o tanque maior é montado dentro de um barco e retrata as ameaças que a pesca desordenada e ilegal podem causar ao ambiente marinho e apresenta alternativas de pescarias sustentáveis.
O espaço conta com equipe de recepção e atendimento, segurança 24 oras, banheiros e bebedouros, árvores com sombra para descansar e um mirante com a linda vista da baía de Vitória. O Centro de Visitantes funciona de terça a domingo das 8h30 às 17h,, com entradas de R$ 5,00 e R$ 2,50 (meia).
                                                 
TAMAR REGÊNCIA
Rua Principal, s/n, Vila de Regência - Tel: (27) 3274-1209
Diariamente, das 8h às 12h e das 13h às 17h.
Sete quilômetros ao norte da base de Comboios fica Regência, distrito de Linhares. É uma pequena comunidade de pescadores com cerca de dois mil habitantes, cujas principais fontes de subsistência são a pesca e as atividades de conservação ambiental.
Localizada na foz do rio Doce, Regência tem beleza natural selvagem e calma. A praia semi-deserta e com acesso controlado, permitido apenas em dois pontos, é um dos melhores points de surf do país. A localidade começa a desenvolver o ecoturismo, a agricultura e a aquicultura, indicadas no Plano de Desenvolvimento Local Sustentável para as Comunidades do Encontro da Reserva Biológica de Comboios (2003).
O Centro Ecológico de Regência fica no centro da vila. Criado em 1986, recebe cerca de 23 mil visitantes por ano. É um espaço para recepção e informação aos turistas, escolas e moradores locais. Conta com ossada de baleia jubarte, exposições, auditório-biblioteca e aquários com peixes da região como robalo, tucunaré, dourado, além da lagosta e do camarão pitu.
Atrações:
Visitas orientadas - Estudantes e turistas são recepcionados por um monitor, que faz a apresentação sobre o espaço e o trabalho do Tamar na região.
 Trilhas educativas - São realizadas trilhas ecológicas para observação da fauna e flora da restinga em Regência.


 Auditório e biblioteca - O auditório é o espaço, também utilizado pela comunidade, onde acontecem cursos, palestras, reuniões, ensaios de teatro, dança, música e exibição de vídeos. A biblioteca funciona de segunda a sexta das 8h às 17h, além dos livros para pesquisa escolar e empréstimo, oferece acesso à internet.
 Oficinas recreativas - No Centro Ecológico há ainda um espaço exclusivo para oficinas recreativas, onde a comunidade trabalha com pintura e desenho, além de criar máscaras de Carnaval. Aqui também acontece exibição de filmes educativos para visitantes e moradores.
Como chegar
Regência está a 120 km ao norte de Vitória. Deve-se seguir pela rodovia ES-010, até Vila do Riacho e pegar uma estrada de terra (26 km), que chega a Vila de Regência. A viagem de carro dura cerca de duas horas. Outra opção é seguir pela BR-101 norte, até o município de Linhares e no trevo pegar rodovia à direita, seguindo até Regência. Este caminho tem cerca de 23 km de estrada de terra.
Tartaruga Flatback
Conheça o Projeto Tamar de Anchieta!
Anchieta é uma cidade mais tranquila e barata que a vizinha Guarapari. Boa parte das praias são desertas ou pouco frequentadas... Assim, para quem busca descanso ou curtir a natureza, a cidade é uma ótima pedida!

Projeto Tamar, Anchieta
Uma dica é conferir a base do Projeto Tamar na Praia de Guanabara.
Apesar de não haver tanques com tartarugas, há um pequeno museu com cascos, ovos e filhotes de tartarugas.
Há também maquetes com representações de seus ninhos, assim como dos locais de desova.
Vídeos educativos, falando sobre o Projeto Tamar e as espécies de tartaruga. Há até dicas de como deve soltar uma tartaruga presa em rede de pescadores!
Uma dessas espécies, a casco de couro, chega a ter 2 metros de casco! O animal é realmente gigante. Vídeos que falam que as tartarugas são sobreviventes da época dos dinossauros, ou seja, do período em que a Terra era dominada pelos grandes répteis...
TAMAR GURIRI
A base de pesquisa do Tamar em Guriri foi implantada em 1988, com sede provisória em 1988, com sede provisória no centro do balneário. A sede atual, incluindo o Centro de Visitantes, foi inaugurada em 1992, em terreno cedido pela Prefeitura Municipal de São Mateus. Hoje, o Centro de Visitantes/Museu Aberto das Tartarugas Marinhas de Guriri recebe cerca de 70 mil visitantes/ano.
Entre os principais atrativos estão um aquário e dois tanques de observação de tartarugas, sala de vídeo, e exposição de réplicas e silhuetas em tamanho natural das cinco espécies de tartarugas marinhas. Na temporada reprodutiva, durante o verão, organiza a soltura de filhotes nos finais de tarde.
Atrações:
 Logo na chegada, os visitantes são recebidos por monitores que os levam por um roteiro pré-definido, apresentando todos os atrativos. No percurso, falam sobre as tartarugas marinhas e o programa de conservação. Grupos da terceira idade, escolas e empresas podem agendar previamente as visitas, pelo telefone (27) 3761-2104.

É possível acompanhar o tratador na hora da alimentação dos animais. Esse trabalho é feito diariamente, sempre por volta das 15h. O visitante recebe explicações sobre o comportamento e o ciclo de vida das tartarugas marinhas.
         


 Nos três tanques de observação e crescimento estão quatro das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem na costa brasileira. No aquário, os visitantes ficam mais perto das tartarugas e podem vê-las bem de pertinho.

Esse é um espaço interativo. O público pode brincar e fotografar junto com as silhuetas em madeira e as réplicas em tamanho natural, moldadas em fibra de vidro, reproduzindo fielmente algumas das dimensões das cinco espécies das tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil. Momento para ouvir curiosidades sobre as espécies e perguntar o que quiser saber para o monitor acompanhante.
O cercado de incubação é uma área na praia, em frente à base e ao Centro de Visitantes, para onde são transferidos ninhos que correm risco de destruição pela ação da maré, ou mesmo aqueles localizados em uma área iluminada dentro do balneário. Na temporada reprodutiva, os filhotes são liberados, geralmente à noite, logo que nascem.
Na tarde seguinte, a equipe do Tamar realiza a abertura desses ninhos, para soltar as tartaruguinhas que ainda ficaram retidas. No final da tarde, é organizada a soltura coletiva dos filhotes remanescentes, sempre por volta das 17h, com a participação do público.


A ilha de Guriri, no município de São Mateus/ES, é formada pelo rio Mariricu , ao sul, através de uma foz aberta artificialmente no início do século passado, em Barra Nova; e ao norte pelo rio Cricaré, que deságua no oceano Atlântico, na altura do município de Conceição da Barra.


Como chegar
São Mateus está a 220 km de Vitória, via BR-101. De São Mateus ao balneário de Guriri são 12 km. O Centro de Visitantes do Tamar fica a 1 km do Centro do balneário. Há ônibus regulares saindo de Vitória para São Mateus (quatro horas de viagem) e de São Mateus para Guriri. Há também horários de ônibus direto de Vitória a Guriri.
TAMAR ITAÚNAS:
Itaúnas é uma vila de pescadores localizada no extremo norte capixaba.
Distrito da cidade de Conceição da Barra-ES, esse maravilhoso lugar possui grande potencial turístico. Monitora 38 km de praias, que compreende de Conceição da Barra (ES) até Costa Dourada (BA), sendo que 24 km estão dentro da área do Parque Estadual de Itaúnas.
São rios, manguezais, dunas e praias paradisíacas, que compõem o variado ecossistema local.
Na vila se encontra a sede do projeto Tamar-Ibama, que monitora o litoral preservando a vida das tartarugas marinhas e trabalham com a conscientização ambiental para cuidarmos bem 
desse paraíso ecológico sem igual.


  
Parque Estadual de Itaúnas
(27) 3762-5196.

Além dessas bases do Projeto Tamar, que vocês acabaram de ver, tem os municípios de Pontal do Ipiranga, Povoação e Ilha da Trindade. Ótimas opções nesse período de férias.
Pesquisem mais, vocês vão conhecer maravilhas sobre esse lindo projeto. Até a próxima curiosidade do Espírito Santo.
Abraços da amiga Janete


Um comentário:

  1. Gostaria de saber sobre a fundação que existe no aeroporto, responda-me no e-mail: dfmadeiram@uol.com.br

    ResponderExcluir

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...