terça-feira, 15 de setembro de 2015

Português passo a passo - concordância verbal

Olá, meus queridos amigos.
Tenho certeza que já estavam ansiosos para mais uma dica legal da nossa língua portuguesa e como vimos na semana anterior, o professor Pasquale falou sobre "Concordâncias duras de engolir" e vamos dar sequência a esse tema, citando alguns exemplos, inclusive de um trecho da música "Folhetim", de Chico Buarque.
Vamos começar?
"Sou dessas mulheres..."
O que fazer, então? Se você um dia escrever textos literários, poderá muito bem valer-se desses recursos estilísticos e optar por processos típicos dessa linguagem, em que nem sempre a lógica gramatical da estrutura da frase prevalece. Se assim não fosse, Guimarães Rosa não existiria. 
Mas nem todos os mestres da literatura trabalham assim. Machado de Assis preferiu a concordância lógica, em "A baronesa era uma das pessoas que mais desconfiavam de nós", exemplo citado por Cegalla em uma de suas gramáticas. Muitas pessoas desconfiavam muito de nós. A baronesa era apenas uma delas.
A poesia emoldurada pela música popular também tem exemplos de opção pela concordância lógica. Vejamos um trechinho da letra de "Folhetim", canção de Chico Buarque gravada por Gal Costa e Fafá de Belém, entre outras de nossas cantoras.
"Se acaso me quiseres
Sou dessas mulheres
Que só dizem sim
Por uma coisa à toa
Uma noitada boa
Um cinema, um botequim"
Note que no trecho destacado foi omitida a palavra "uma", e, no lugar da tradicional palavra "das" ("uma das"), foi empregada a forma "dessas"-, "sou dessas mulheres que só dizem" -, mas o caso é o mesmo. "Dessas mulheres que só dizem sim", ela é uma. Chico Buarque preferiu a concordância lógica e usou o verbo no plural.
Concordância Lógica
Num texto jornalístico, científico ou técnico, será que faz sentido dizer, por exemplo, que "A china é um dos países que produz esse material"? Parece que não. Como justificar a forma "produz"? Ênfase para a China? Por quê? O que se quer dizer - claramente - é que, dos países produtores desse material, a China é um. Portanto parece mais adequado dizer "A China é um dos países que produzem esse material".
Na língua do dia-a-dia, entretanto, a tendência mais do que dominante é pelo verbo no singular. Mesmo na imprensa são comuns construções como "É uma das empresas que mais cresce no mercado". Nesse tipo de texto, o verbo no singular não parece ser a melhor opção. Não se quer dizer que a empresa é a que mais cresce, e sim que, das que mais crescem, ela é uma. Altere-se a frase, pois, para "É uma das empresas que mais crescem no mercado".
Você lê e ouve por aí, mas...
Se a expressão for simplesmente "um dos que" (ou "uma das que"), sem substantivo antes do "que", a necessidade de plural parece ainda mais forte: "Foi um dos que pediram sua condenação", "Foi uma das que negaram", "É um dos que pedem sua volta", "A empresa é uma das que exploram esse minério".
Lembre-se ainda destas expressões, que têm estrutura semelhante, como "Não sou dos que acreditam", "Não sou dos que fazem", "Não sou daqueles que gritam", todas corretíssimas.
Um outro caso
Não se deve confundir a estrutura "um dos que" seguida de verbo ("Ele é um dos deputados que integram a Comissão de Direitos Humanos") com a de frases como esta: "Um dos deputados da Comissão de Direitos Humanos deve assumir o Ministério da Justiça.
A história é outra. O que se diz é que, dos deputados que integram a Comissão de Direitos Humanos, um (apenas um) deve assumir o Ministério da Justiça. Não assumirão vários deputados, mas apenas um. Devagar com o andor, portanto.

Estão gostando das dicas? 
A Língua Portuguesa é mesmo muito complexa, mas com essas explicações vamos aprender e aplicá-la melhor, principalmente nas conversações, que muitas vezes deixamos de falar certo com medo de errar nas concordâncias e o embaraço é fatal.
Esses foram alguns dos muitos exemplos que teremos com a ajuda desse querido professor.
Na próxima semana vamos iniciar o passo a passo dos principais casos de "concordância nominal". 
Abraços da amiga Janete

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...