quarta-feira, 9 de julho de 2014

Vai um chá aí?

Olá meus queridos amigos.

Em Utilidades e dicas, vocês vão encontrar ótimas e diversas sugestões e para dar uma "mãozinha" em certos casos incômodos no organismo, como dor de cabeça, problemas digestivos, fígado, gazes e outros, vai uma dica para a "Hora do chá"muito conhecida: ERVAS MEDICINAIS, do blog da Michelle Franzoni.
Sigam direitinho que dá super certo. Eu acredito e sempre que preciso preparo o meu "chazinho"
Abraços da amiga Janete

O poder das ervas medicinais

by Michelle Franzoni
ervas-blog-da-mimis-michelle-franzoni-02
Quem nunca ouviu falar de uma receita milagrosa que alivia a dor de cabeça, estômago, gripe entre tantas outras?
Pois então! Muitas dessas receitas estão associadas às plantas ou ervas medicinais. A fitoterapia, termo que define o uso das ervas medicinais, é a forma mais antiga de tratar as doenças.
A fitoterapia tem sido muito utilizada por todo o mundo. Inúmeros medicamentos tem escrito em seus rótulos "Produto Natural". Esses produtos são compostos por plantas com diversas finalidades, como cicatrizar, emagrecer e acalmar entre outros, e prometem uma eficácia maior, além da reduzir a quase zero os efeitos colaterais.
No Brasil, o conhecimento sobre plantas medicinais é uma das riquezas da cultura indígena, sabedoria tradicional passada de pai para filho e que permanece até os dias atuais. A Amazônia é o local onde encontra-se a maior parte dessas ervas.
Mas e o que elas realmente fazem? As plantas medicinais auxiliam na prevenção e tratamento de doenças, e podem, até mesmo, levar a cura.
O consumo pode ser feito através de chás, extratos fluídos, pomadas, tinturas, xaropes e cápsulas.
Vou mostrar pra vocês uma classificação das ervas de acordo com seus efeitos:
ervas-blog-da-mimis-michelle-franzoni-01-01
Alguns cuidados devem ser tomados na hora do uso. Por exemplo, quem sofre de insônia, não deve fazer uso de ervas estimulantes no período da noite. Outras  plantas têm propriedades mais tóxicas e devem ser consumidas com cautela. Portanto, o ideal é consultar um profissional para ter a indicação precisa de cada erva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...