quinta-feira, 23 de julho de 2015

Affonso Romano de Sant'Anna

Olá, meus queridos amigos e leitores do "Cantinho da Literatura".
Descobri mais um escritor brasileiro; genial e super intelectual e apenas como "aperitivo" segue uma "amostra grátis de sua Biografia, mas sugiro que o conheçam melhor. Pesquisem. Vocês vão se surpreender.
Boa leitura.
Abraços da amiga Janete

Affonso Romano de Sant'Anna É um caso raro de artista e intelectual que une a palavra e ação. Com uma produção diversificada e consistente, pensa o Brasil e a cultura do seu tempo, e se destaca como teórico, como poeta, como cronista, como professor, como administrador cultural e como jornalista.

Com mais de 40 livros publicados, professor em diversas universidades brasileiras - UFMG, PUC/RJ, URFJ, UFF, no exterior lecionou nas universidades da California (UCLA), Koln (Alemanha), Aix-en-Provence (França). Seu talento foi confirmado pelo estímulo recebido de várias fundações internacionais como a Ford Foundation, Guggenheim, Gulbenkian e o DAAD da Alemanha, que lhe concederam bolsas de estudo e pesquisa em diversos países.

Definição

O corpo é onde
 é carne:
O corpo é onde há carne 
e o sangue é alarme

O corpo é onde
 é chama:
O corpo é onde há chama
e a brasa inflama

O corpo é onde
 é luta:
o corpo é onde há luta
e o sangue exulta

O corpo é onde 
é cal:
o corpo é onde 
há cal
e a dor
é sal

O corpo
é onde
e a vida
é quando.
Affonso Romano de Sant'Anna


Silêncio Amoroso
Preciso do teu silêncio
cúmplice sobre minhas falhas.
Não fale.
Um sopro, a menor vogal pode me desamparar.
E se eu abrir a boca minha alma vai rachar.
O silêncio, aprendo, pode construir. É um modo
denso/tenso - de coexistir.
Calar, às vezes, é fina forma de amar.
Affonso Romano de Sant'Anna       

             

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...