sábado, 28 de fevereiro de 2015

Uma rosa para a minha mãe.



Rosa... Mãe..., duas palavras conceituadas
nos mistérios que a vida nos reserva;
Mãe querida, mãe amada,
na vida humana, na vida das flores;
Mãe eterna, mãe adorada
Mãe na alegria, tristezas e dores...

Mãe
Amiga eterna está tão distante
O meu ser está vazio pela falta que me fazes
Os consolos sinceros e carinhos constantes
Afastaram-se de mim; sumiram-se nos ares.
Hoje, sou só sem ti mãe amada;
Longe do afeto, sorriso e companhia...
Hoje só trago saudades, tristezas e mágoas
Vivo a lembrar de ti, na minha vida vazia...
Hoje, especialmente, te ofereço essa rosa, minha querida mãe.
Continuas viva em meu coração, em meus pensamentos...
Às vezes a saudade aperta tanto, que quase perco o ar, mas recupero a lucidez e volto a lembrar da linda história de nossas vidas, e vale a pena respirar, na paz das mais doces lembranças...
Hoje, não importa que seja 28 ou 29 de fevereiro, apenas é um dia que merece todas as homenagens para a pessoa mais especial; o dia em que nasceu a mais bela rosa do meu jardim...
Você mantêm-se viva em minha memória e em meu coração.
Saudades, minha querida mãe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...