segunda-feira, 10 de março de 2014

Mensagem para começar bem a semana - Quaresma

Olá, meus queridos amigos.
Voltando ao nosso “Começando bem a semana”, vamos refletir sobre a mensagem do Papa Francisco, para a quaresma, que teve início no dia 04 deste, em preparação para uma conversão pessoal para a Páscoa.
A mensagem traduz na íntegra o significado da Quaresma e da Páscoa, mas por ser muito grande, selecionei alguns trechos para vocês.
 Na Quaresma o Papa pede fé, conversão e abertura aos irmãos
 Papa Francisco na missa de imposição das cinzas:
"Escolher uma vida sóbria, que não desperdiça, que não descarta."
“Queridos irmãos e irmãs, bom dia”.
“Começa hoje, Quarta-Feira de Cinzas, o itinerário quaresmal de quarenta dias que nos conduzirá ao Tríduo pascal, memória da paixão, morte e ressurreição do Senhor, coração do mistério da nossa salvação”.
“A Quaresma nos prepara para este momento tão importante, por isto é um tempo “forte”, um ponto de reviravolta que pode favorecer em cada um de nós a mudança, a conversão”. “Todos nós temos necessidade de melhorar, de mudar para melhor.”
“A Quaresma nos ajuda e assim saímos dos hábitos cansados e do preguiçoso costume ao mal que nos engana”...
“A consciência das maravilhas que o Senhor fez para a nossa salvação dispõe a nossa mente e o nosso coração a uma atitude de gratidão para Deus, por quanto Ele nos deu, por tudo aquilo que realiza em favor do seu povo e de toda  humanidade”.
...” Habituamo-nos aos refugiados em busca de liberdade e dignidade, que não são acolhidos como se deveria. Habituamo-nos a viver em uma sociedade que pretende fazer pouco de Deus, na qual os pais não ensinam mais aos filhos a rezar nem fazer o sinal da cruz”.
“Eu pergunto a vocês: os vossos filhos, as vossas crianças sabem fazer o sinal da cruz? Pensem. Os vossos netos sabem fazer o sinal da cruz? Vocês ensinaram a eles? Pensem e respondam no vosso coração. Sabem rezar o Pai Nosso? Sabem rezar à Nossa Senhora com a Ave Maria? Pensem e respondam. Este costume a comportamentos não cristãos e de comodismo narcotiza o nosso coração!”
... “Meditando sobre os mistérios centrais da fé, a paixão, a cruz e a ressurreição de Cristo, perceberemos que o dom sem medida da Redenção nos foi dado por iniciativa gratuita de Deus.”
“Dar graças a Deus pelo mistério do seu amor crucificado; fé autêntica, conversão e abertura de coração aos irmãos; estes são elementos essenciais para viver o tempo de Quaresma.”...
“Rasgai os vossos corações e não as vossas roupas”. “Com essas penetrantes palavras do profeta Joel, a liturgia nos introduz hoje na Quaresma, indicando na conversão do coração a característica deste tempo de graça”, frisou o Papa Francisco em sua homilia.
“Abrir-se a Deus e aos irmãos. Vivemos num mundo sempre mais artificial, numa cultura do ‘fazer’, do ‘útil’, onde sem nos darmos conta, excluímos Deus do nosso horizonte. A Quaresma nos chama a ‘despertar-nos’, a recordar-nos que somos criaturas, que não somos Deus”, sublinhou o Santo Padre.
... “A oração é a força do cristão e de toda pessoa que crê. Na fraqueza e na fragilidade da nossa vida, podemos dirigir-nos a Deus com confiança de filhos e entrar em comunhão com Ele”...
...”O jejum tem sentido se verdadeiramente atinge a nossa segurança, e também se dele se obtém um benefício para os outros, se nos ajuda a cultivar o estilo do Bom Samaritano, que se curva diante do irmão em dificuldade e cuida dele”...
... “O terceiro elemento é a esmola: ela indica a gratuidade, porque a esmola se dá a alguém de que não se espera receber algo em troca.”...
“A gratuidade deveria ser uma das características do cristão, que, consciente de ter recebido tudo de Deus gratuitamente, isto é, sem nenhum mérito, aprende a doar aos outros gratuitamente. Hoje comumente a gratuidade não faz parte da vida cotidiana, na qual tudo se vende e tudo se compra. Tudo é cálculo e medida. A esmola ajuda-nos a viver a gratuidade do dom, que é liberdade da obsessão da posse, do medo de perder aquilo que se tem, da tristeza de quem não quer partilhar com os outros o próprio bem-estar.”....
“Mais uma vez a Quaresma vem dirigir-nos no seu apelo profético, para recordar-nos que é possível realizar algo de novo em nós mesmos e em torno de nós, simplesmente porque Deus é fiel, continua sendo rico de bondade e de misericórdia, e está sempre pronto a perdoar e recomeçar do início. Com essa confiança filial, coloquemo-nos a caminho”, concluiu o Papa Francisco. (RL/MJ).
“Fé é a convicção de que as coisas invisíveis são mais importantes que as visíveis.”
(Papa Bento XVI)
Papa Emérito Bento XVI
“Devoção significa dedicação total ao serviço de Deus. É o ato interior da vontade que se entrega a Deus por generosidade e fervor.”

Estes trechos da mensagem do Papa Francisco, foram extraídos do blog “Adriana-Devoção e Fé”.
Uma ótima semana a todos.

Abraços da amiga Janete
Quaresma e Quarta-feira de cinzas
05 de março de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...