sexta-feira, 28 de março de 2014

Doce de mamão verde com coco.

Essa é uma receita muito fácil, porém precisa de um pouco de paciência, mas para quem gosta de doce de mamão, é uma boa pedida.

 
 Ingredientes:
Mamão verde ralado (1 quilo)
700g de açúcar cristal
200g de coco ralado (melhor se usar o coco fresco)
01 colher de sopa de bicarbonato de sódio
01 pauzinho de canela
05 cravos da Índia.
Como fazer:

  • Corte as pontas do mamão e dê uns talhos ou riscos com uma faca na casca. Deixe reservado numa vasilha ou em cima da pia por uma hora, para sair o leite. Lave-os bem.
  • Corte ao meio, retire com uma colher as sementes, e rale a polpa no ralador grosso. Não é preciso tirar a casca (é opcional).
  • Coloque em uma bacia com bastante água e adicione uma colher de sopa de bicarbonato de sódio. Deixe por duas horas. Coe numa peneira, lave novamente e escorra espremendo bem para retirar o excesso de água.
  • Leve ao fogo numa panela: o mamão ralado, o açúcar, o coco, a canela e os cravos, e cozinhe até ficar bem cozido e dourado. Não precisa colocar água, porque o mamão vai soltar bastante líquido. Coloque numa compoteira e sirva frio ou gelado. Muito bom com queijo branco, bolo ou sorvete.

OBS: Não precisa seguir muito à risca, pois não dá para ficar pesando. Quando fiz esse doce, usei três mamões médios e rendeu uma quantidade maior do que a receita sugere; então, calculei a quantidade de açúcar e coco (usei coco seco). Como vocês podem ver pela foto, usei uma panela bem grande, apesar do volume diminuir à medida que vai cozinhando. Claro que usei mais a canela e os cravos, pelo mesmo motivo.
Além dessas duas vasilhas, deu para encher dois vidros de 200 gramas.
A receita pede para não acrescentar água, mas como a quantidade foi maior, à medida que ia secando, acrescentei por duas vezes, um copo de água. Mexendo sempre, ok?
O doce não estraga. Pode deixar na geladeira e usar por vários dias; por isso vale a pena ter paciência e "ralar" literalmente.
Abraços da amiga Janete
"Quero agradecer à divindade na mais perfeita pobreza e ela só me recebe na mais perfeita alegria."
Adélia Prado






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...