quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Arnaldo Antunes

2014 iniciando com novidades aqui no “Cantinho da Literatura”.

Este ano, vou homenagear os escritores brasileiros mais contemporâneos e com certeza teremos muitas surpresas, como por exemplo, esse músico, poeta e compositor que também é um grande escritor. Vou começar com uma biografia bem resumida e, claro, “instigando” a curiosidade de vocês para uma pesquisa mais avançada e o interesse nesse momento é registrar os lindos poemas e pensamentos desse escritor brasileiro.
Arnaldo Augusto Nora Antunes Filho, ou simplesmente Arnaldo Antunes (São Paulo, 2 de setembro de 1960) é um músico, poeta, compositor, ex-VJ e artista visual brasileiro
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arnaldo Antunes é um músico, poeta e artista brasileiro, e começou a sua carreira artística na banda Titãs. É conhecido por um dos principais compositores da música pop brasileira.
Arnaldo Antunes chegou a ingressar na faculdade de letras da Universidade de São Paulo (USP), porém com a rotina de shows, turnês e gravações dos Titãs, não foi possível que concluísse, e acabou deixando a banda no ano de 1992 para dedicar-se a direção artística.
Depois de algum tempo afastado da mídia, formou juntamente com Marisa Monte e Carlinhos Brown, o trio Tribalistas, e foi um sucesso até 2009, no Brasil e na Europa, chegando a ganharem, em 2003, o prêmio do Grammy Latino de Melhor Álbum Pop Contemporâneo brasileiro.

ALGUMAS POESIAS  DE ARNALDO ANTUNES:
  Iluminuras
Pensamento vem de fora
e pensa que vem de dentro,
pensamento que expectora
o que no meu peito penso.
Pensamento a mil por hora,
tormento a todo momento.
Por que é que eu penso agora
sem o meu consentimento?
Se tudo que comemora
tem o seu impedimento,
se tudo aquilo que chora
cresce com o seu sofrimento;
pensamento dê o fora,
saia do meu pensamento.
Pensamento, vá embora,
desapareça no vento.
E não jogarei sementes
em cima do seu cimento.
Arnaldo Antunes
Cultura
O girino é o peixinho do sapo.
O silêncio é o começo do papo.
O bigode é a antena do gato.
O cavalo é o pasto do carrapato.
O cabrito é o cordeiro da cabra.
O pescoço é a barriga da cobra.
O leitão é um porquinho mais novo.
A galinha é um pouquinho do ovo.
O desejo é o começo do corpo.
Engordar é tarefa do porco.
A cegonha é a girafa do ganso.
O cachorro é um lobo mais manso.
O escuro é a metade da zebra.
As raízes são as veias da seiva.
O camelo é um cavalo sem sede.
Tartaruga por dentro é parede.
O potrinho é o bezerro da égua.
A batalha é o começo da trégua.
Papagaio é um dragão miniatura.
Bactéria num meio é cultura.
Arnaldo Antunes.

ARNALDO ANTUNES PENSADOR:
"E a gente canta, a gente dança, a gente não se cansa de ser criança; a gente brinca na nossa velha infância..."
"Estamos sob o mesmo teto secreto onde o sol indesejável é barrado."
"Se usa camisola, camiseta ou camisinha também não é da conta da vizinha."
"Todas as coisas do mundo não cabem numa ideia. Mas tudo cabe numa palavra, nesta palavra tudo."
"Bactérias em um meio é cultura."
"quebrei o espelho, torci o joelho, não vou mais jogar."
"Talvez eu mate o que fui, talvez imite o que sou, talvez eu tema o que vem."
"Nunca mais vou pensar em você, nunca mais. Tanto faz um a mais entre tantos finais."

"Socorro alguma alma mesmo que penada, me empreste suas penas, já não sinto amor nem dor, já não sinto nada.
Socorro alguém me dê um coração, que esse já não bate nem apanha
Por favor, uma emoção pequena
Qualquer coisa que se sinta
Tem tanto sentimento deve ter algum que sirva..."

"A gente não quer só dinheiro, a gente quer inteiro e não pela metade."
"Crianças gostam de fazer perguntas sobre tudo. Mas nem todas as respostas cabem num adulto."
"Eu não sou da sua rua,
eu não sou o seu vizinho,
eu moro muito longe, sozinho.
estou aqui de passagem."

"Uma música que se preze nunca é objetiva, como um atestado de óbito ou uma receita de bolo."
"Sempre quis as minhas músicas estourando nas rádios."

Para encerrar esse nosso primeiro encontro no "Cantinho da Literatura" de 2014, a letra de uma das lindas canções de Arnaldo Antunes, em parceria com Marisa Monte e Carlinhos Brown, com um lindo vídeo, no link abaixo para quem quiser acessar.
Essa música faz parte da trilha sonora de Malhação nessa temporada de 2013.
Contato Imediato
Peço por favor
Se alguém de longe me escutar
Que venha aqui pra me buscar
Me leve para passear

No seu disco voador
Como um enorme carrossel
Atravessando o azul do céu
Até pousar no meu quintal

Se o pensamento duvidar
Todos os meus poros vão dizer
Estou pronto para embarcar
Sem me preocupar e sem temer

Vem me levar
Para um lugar
Longe daqui
Livre para navegar
No espaço sideral
Porque sei que sou

Semelhante de você
Diferente de você
Passageiro de você
À espera de você

No seu balão de são joão
Que caia bem na minha mão
Ou numa pipa de papel
Me leve para além do céu

Se o coração disparar
Quando eu levantar os pés do chão
A imensidão vai me abraçar
E acalmar a minha pulsação

Longe de mim
Solto no ar
Dentro do amor
Livre para navegar
Indo para onde for
O seu disco voador

http://www.youtube.com/watch?v=HRaJ3Ijje20





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...