segunda-feira, 10 de abril de 2017

SEMANA SANTA

Olá, meus queridos amigos.
Mais uma semana começando, mas não é uma semana comum, é o início da Semana Santa, e hoje vou apresentar o significado de cada dia, lembrando desse período que marcou toda história e o sentido maior - o da missão de Jesus enquanto se fez homem, espalhando amor em todos os seus ensinamentos e milagres, pois não era um homem comum, era o Filho de Deus que veio se doar e abrir os olhos da cegueira humana e deixou como exemplo, a caridade, a misericórdia, o perdão, a solidariedade, a humildade, a esperança, a fé e o amor ao próximo, em busca de seguidores e discípulos para continuar a sua missão aqui na terra.
Que tenhamos todos uma abençoada semana.
Abraços da amiga Janete
 

SIGNIFICADO DE CADA DIA DA SEMANA SANTA:
  DOMINGO DE RAMOS
Começa a Semana Santa, dia em que se comemora a entrada de Jesus em Jerusalém. Nos dias de hoje, os fiéis levam para a igreja ramos, a fim de serem abençoados, como símbolo de sua fé.
  SEGUNDA-FEIRA SANTA
Neste dia, se reflete o momento de descanso de Jesus, na casa de uma família que Lhe era muito estimada, a casa de Seu amigo Lázaro (a quem Ele havia ressuscitado), e de Marta e Maria Madalena. (Jo 12, 1-11).
TERÇA-FEIRA SANTA
É o dia em que com grande tristeza, Jesus anuncia a Sua morte, causando grande sofrimento aos Seus discípulos. Anuncia também a traição e indica o traidor. Judas sai possuído por Satanás, para trair o seu mestre.
QUARTA-FEIRA SANTA
É o 4º dia da Semana Santa; no Evangelho deste dia, é-nos apresentada a traição de Judas, descrevendo-nos como este foi ter com os chefes dos sacerdotes a quem se ofereceu para trair Jesus.
Aceita assim, trinta moedas de prata como recompensa da sua traição. (MT 26, 14-25).
QUINTA-FEIRA SANTA
É o dia da Última Ceia de Jesus Cristo com seus Apóstolos, onde Jesus humildemente lavou os pés dos Seus 12 discípulos. É no momento do lava-pés que Judas Iscariotes sai, para entregar Jesus em troca das 30 moedas de prata (Jo 13, 1-15). Foi aqui, que Nosso Senhor Jesus Cristo instituiu o Santo Sacrifício como Sua eterna memória, e em Seu último discurso, encorajou os discípulos a amarem-se uns aos outros. Depois Jesus dirigiu-se ao monte de Getsêmani, tomou Consigo três discípulos, e começou a Sua agonia nos jardins, onde foi preso pelos judeus.
É nesta noite que Jesus é preso, interrogado e ao amanhecer de sexta-feira, açoitado e condenado. A Igreja inicia a vigília ao Santíssimo, relembrando os sofrimentos começados por Jesus nesta noite.

  SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO
Relembra o dia em que Nosso Senhor Jesus Cristo é crucificado (após sua prisão, Jesus é julgado e açoitado; recebe a coroa de espinhos na cabeça; é levado à presença de Pilatos e depois de condenado carrega a Sua própria cruz até ao monte Calvário; ao meio-dia é crucificado entre dois ladrões e por volta das três da tarde, Jesus morreu... o Seu corpo foi depois retirado da cruz e colocado num sepulcro cavado na rocha.
Neste dia, é praticado o jejum e a abstinência da carne, em sinal de penitência e respeito pela morte de Jesus Cristo
 
SÁBADO DE ALELUIA
Jesus permanece no sepulcro. Na Vigília Pascal, os fiéis ainda estão à espera, na esperança da ressurreição. Neste dia, inicia-se a Vigília Pascal, ao final do dia, e termina com o amanhecer da Páscoa.
DOMINGO DE PÁSCOA
Dia da ressurreição, onde Jesus se levanta de Sua sepultura e vence a morte. É o dia do grande milagre! O dia em que Cristo volta à vida através da Sua Ressurreição de entre os mortos. É o dia em que se celebra a Vida, o Amor e a Misericórdia de Deus.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...