quinta-feira, 30 de março de 2017

Canção de Outono


Olá, meus queridos amigos.
Estamos no Outono, mais uma estação do ano que chega para  renovar as energias com um clima mais envolvente, hora verão, hora primavera, às vezes a sensação de um tempo que contrasta com a natureza farta com os frutos, e as folhas secas espalhadas pelas calçadas, dando um ar às vezes romântico e algumas , mais sombrio; um recesso dos dias quentes de verão com um frescor do inverno que se prepara, para a próxima estação.
Então, vamos saudar a chegada desse tempo; tempo de Outono...
Abraços da amiga Janete
Canção de Outono
 

Perdoa-me, folha seca,
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.
De que serviu tecer flores
pelas areias do chão,
se havia gente dormindo
sobre o próprio coração?
E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando àqueles
que não se levantarão…
Tu és a folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
– a melhor parte de mim.
Certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão…
Cecília Meireles
 
"Voam folhas de Outono nas frestas da chuva que lava os rios e deles nos faz ouvir um cântico novo..."
 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...