segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Não guardar rancor

Olá, meus queridos amigos.
Vamos começar a última semana do mês, com uma reflexão muito importante sobre um dos sentimentos mais pesados, que é o rancor; sim, esse sentimento transmite a incapacidade de perdoar, gera um orgulho ferido e enfraquece a fé e nada melhor para eliminar um sentimento negativo do que se tornar mais humilde e compreensivo e buscar o próprio perdão, não desejando mal ao próximo e não carregando esse ressentimento profundo ao longo da vida.
 
Não guardar rancor

O rancor deixa a ferida da ofensa aberta. Já o perdão a faz cicatrizar. Alguns ferimentos cicatrizam sem deixar marcas. São como as ofensas leves, que perdoamos facilmente e esquecemos. Outros ferimentos são mais profundos e deixam marcas visíveis como cicatriz. A diferença é que a cicatriz não dói. É o que acontece quando perdoamos uma ofensa grave a alguém. A lembrança estará sempre presente, mas não nos magoa mais pois a perdoamos. Ainda existe o tratamento estético para cicatrizes, o que corresponde ao reforço da relação com um sincero arrependimento e um pedido de perdão. É a parte que diz respeito ao outro, porque a nossa é perdoar de toda maneira.
Apolônio Carvalho

Vamos refletir?
Abraços da amiga Janete

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...