quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Sonia Schmorantz - Tardes de Primavera


Olá, meus queridos amigos.
Enfim, ela chegou. Que venha, primavera; querida e tão esperada estação que encanta floresce e colore nossas vidas renovando a esperança. É verdade, ela é a estação super esperada, e chega alegrando as pessoas; a observância das flores se abrindo e o lindo céu azul, que às vezes se colore de brancas nuvens, às vezes uma chuvinha para regar a natureza, um lindo sol para aquecer os corações, ou um friozinho para lembrar a estação que já passou... mas não importa, do jeito que for, é a primavera e que seja bem vinda.
E é assim que ofereço a vocês, esse lindo poema de Sônia Schmorantz, para abrilhantar o nosso Cantinho da Literatura, saudando a estação das flores.

Tardes de primavera morrem devagar,
como vento que balança flores,
num dourado bordado de pétalas
dançando..
Tardes de primavera são mornas,
morrem serenas como deveriam ser
todas as mortes...
Tardes de primavera são pássaros,
voando em direção ao sol
morrem esvoaçantes no horizonte...
Tardes de primavera são doces,
Horas que morrem lentas e douradas,
dispersas no sol poente...
Tardes de primavera são assim,
 douradas e serenas mortes
também no coração da gente...
Sônia Schmorantz
 
Abraços da amiga Janete

 
 

Um comentário:

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...