quinta-feira, 24 de março de 2016

Quinta-feira Santa - Daniel

Olá, meus queridos amigos.
Apenas uma poesia para refletir sobre esse dia e saber do seu grande significado.
  "Ele não usou coroas,
nem adornos de ouro.
Não construiu templos,
não pediu dinheiro
e nada escreveu.
Vestia uma túnica simples,
usava manto para se proteger
do frio e do sol
e tinha um par de sandálias,
surradas possivelmente.
Tudo o que fez
foi em Nome do Pai.
Veio mostrar para os homens
o caminho da evolução.
Sua arma era a fé.
Sua bandeira, o amor incondicional.
Seu grande poder, a palavra.
O que disse ecoa
por mais vinte séculos.
Esta data marca um dia santo,
em que Ele tanto meditou
e decidiu doar Sua vida
para que um novo mundo pudesse nascer.
Meditemos um pouco também.
Deixemos que o profundo significado
da Sua Paixão atinja as profundezas do nosso ser.
'Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida',
disse Ele e deixou-nos a prova
de que assim sempre foi e será."
Daniel

É desse jeito. Com simplicidade, mas com muita convicção, e mesmo sem conhecer o Daniel, sinto muito orgulho em homenageá-lo no nosso "Cantinho da Literatura".
Parabéns, Daniel pela definição do significado desse dia que nos leva a pensar melhor no sacrifício que Jesus fez para nos oferecer um mundo novo e é por isso que não devemos desistir jamais. É só confiar e seguir em frente.
Abraços da amiga Janete.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...