quarta-feira, 16 de março de 2016

Fim de verão - Sônia Schmorantz

Olá, meus queridos amigos. Fim de estação chegando, fim de verão; que verão quente... mas é a estação do ano mais esperada, mais curtida e a que mais deixa saudades; vocês já perceberam a expectativa para a chegada do verão? Parece uma festa e as energias se renovam, mesmo quando a chuva cai com mais intensidade, causando às vezes muitas tragédias regionais; chuvas de verão...
E assim que as águas se acalmam, acalmando também os corações, o sol volta a brilhar e o verão volta com novas esperanças. Assim é a vida, assim é a expectativa para a chegada e a despedida da estação, e para encerrar mais esse ciclo, o nosso "Cantinho da Literatura'', fecha com chave de ouro, homenageando mais uma querida escritora brasileira, Sonia Schmorantz que acabei de descobrir, e que terei muito prazer em presenteá-los com suas lindas e românticas poesias.



Chegam as primeiras chuvas anunciando
o fim de um tempo escaldante de verão.
Distanciam-se os dias de luar e cio,
fica o canto, a vibração, a nostalgia,
fragmentos de risos, sonhos e ilusão.

A praia sem a obrigação de ser verão,
serenamente perde-se na linha do horizonte.
Os dias continuarão mornos e ensolarados.
E ao fim da tarde o sol fará sua despedida
em coloridos raios até morrer atrás do monte.

Um vento errante há de vagar sobre a praia,
anunciando teatralmente o fim da estação,
soprando emoções quebradas na areia,
como a despedida dos amores de verão.

Termina temporada, termina o verão,
Recolhe-se a rede, o guarda sol, a esteira,
Recolhem-se as sereias e musas do mar,
Fim de viagem, morre a estação derradeira…

Sônia Schmorantz
 
 

 

Um comentário:

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...