quinta-feira, 9 de julho de 2015

Para atravessar contigo o deserto do mundo - Sophia de Mello


Olá, meus queridos amigos. Essa semana vocês estão sendo presenteados com duas lindas poesias de uma grande escritora portuguesa e sugiro que se informem mais sobre a sua vida, sua obra, enfim, toda sua trajetória, mas enquanto isso, vejam um pequeno resumo  de sua biografia.
                    Sophia de Mello Breyner Andresen
                  Nasceu a 06 Novembro 1919
(Porto)
Morreu a 02 Julho 2004
(Lisboa)
Sophia de Mello Breyner Andresen foi uma das mais importantes poetisas portuguesas do século XX. Foi a primeira mulher portuguesa a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999.


Para atravessar contigo o deserto do mundo
Para enfrentarmos juntos o terror da morte
Para ver a verdade para perder o medo
Ao lado dos teus passos caminhei

Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento




Soneto à maneira de Camões

             Esperança e desespero de alimento
Me servem neste dia em que te espero
E já não sei se quero ou se não quero
Tão longe de razões é meu tormento.

Mas como usar amor de entendimento?
Daquilo que te peço desespero
Ainda que mo dês - pois o que eu quero
Ninguém o dá senão por um momento.

Mas como és belo, amor, de não durares,
De ser tão breve e fundo o teu engano,
E de eu te possuir sem tu te dares.

Amor perfeito dado a um ser humano:
Também morre o florir de mil pomares
E se quebram as ondas no oceano. 
Lindo, não é mesmo?
Até a próxima semana com mais poesias para vocês.
Abraços da amiga Janete



                                                 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...