segunda-feira, 2 de junho de 2014

O dom da Sabedoria

Olá, meus queridos amigos.
Iniciando o mês de junho, mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, e para começarmos bem a semana, vamos entender melhor o significado do dom da Sabedoria, e refletirmos sobre   esse texto extraído da revista Arautos do Evangelho.


"Se prestarmos ouvidos ao Espírito Santo, Ele nos incutirá a Sabedoria, que consiste em ver com os olhos de Deus, ouvir com os ouvidos de Deus, amar com o Coração de Deus, julgar com o juízo de Deus."
O Espírito Santo é o "dom de Deus" por excelência.
O próprio Espírito é "o dom de Deus" por excelência (cf. Jo 4,10), um presente de Deus e, por sua vez, transmite vários dons a quantos O acolhem. A Igreja identifica sete, número que simbolicamente significa plenitude, totalidade; são aqueles que aprendemos quando nos preparamos para receber o Sacramento da Confirmação e que invocamos na antiga prece da chamada "Sequência ao Espírito Santo". Os dons do Espírito Santo são os seguintes: Sabedoria, Entendimento, Conselho, Fortaleza, Ciência, Piedade e Temor de Deus.
Portanto, o primeiro dom do Espírito Santo, de acordo com este elenco, é a Sabedoria. Mas não se trata simplesmente da sabedoria humana, que é fruto do conhecimento e da experiência. Na Bíblia narra-se que, no momento da sua coroação como rei de Israel, Salomão tinha pedido o dom da Sapiência (cf. I Rs 3,9). E a sapiência consiste precisamente nisto: é a graça de poder ver tudo com os olhos de Deus. É simplesmente isto: ver o mundo, as situações, as conjunturas e os problemas, tudo, com os olhos de Deus. Nisto consiste a Sabedoria.
Às vezes nós vemos a realidade segundo o nosso prazer, ou em conformidade com a situação do nosso coração, com amor ou com ódio, com inveja...
Não, este não é o olhar de Deus. A Sabedoria é aquilo que o Espírito Santo realiza em nós, a fim de vermos todas as realidades com os olhos de Deus. Este é o dom da Sabedoria.
O coração do homem sábio tem o "sabor" de Deus.
E obviamente ele deriva da intimidade com Deus, da relação íntima que temos com Deus, da nossa relação de filhos com o Pai. E quando mantemos esta relação, o Espírito Santo concede-nos o dom da Sabedoria. Quando estamos em comunhão com o Senhor, é como se o Espírito Santo transfigurasse o nosso coração, levando-o a sentir toda a sua veemência e predileção.
Assim, o Espírito Santo torna o cristão "sábio". Mas isto não no sentido que ele tem uma resposta para cada coisa, que sabe tudo, mas no sentido que "sabe" de Deus, sabe como Deus age, distingue quando algo é de Deus e quando não o é; tem aquela Sabedoria que Deus infunde nos nossos corações. O coração do homem sábio, neste sentido, tem o gosto e o sabor de Deus.
A voz do Papa
Excerto da Audiência Geral, 9/4/2014.
Vamos refletir?
Uma ótima semana a todos.
Abraços da amiga Janete

        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...