quinta-feira, 8 de maio de 2014

Paulo Freire


Olá, meus queridos amigos.
Hoje estou encerrando as homenagens aos escritores brasileiros no nosso “Cantinho da Literatura”.
Mas vocês continuarão a cada semana, nesse mesmo espaço, com frases, pensamentos, textos e poesias dos nossos queridos escritores que já foram homenageados, (Os veteranos e os mais novos escritores), como outros que não constam aqui; afinal, não tenho como prestar homenagens específicas de milhares desses gênios da nossa literatura, portanto ficará por conta de cada um, conforme a curiosidade ou necessidade de pesquisar.
Para encerrar estou homenageando o grande educador brasileiro Paulo Freire, com um rápido resumo de sua biografia e alguns dos seus pensamentos.
Agradeço o interesse pelo nosso “Cantinho da Literatura” durante esse tempo, conhecendo um pouco sobre esses nobres escritores que aqui foram homenageados e espero continuar contando com a presença de vocês no nosso “blog da amizade” janetenaweb.

                                                                   

Paulo Freire
Paulo Reglus Neves Freire, educador brasileiro. Nasceu no dia 19 de setembro de 1921, no Recife, Pernambuco.

Por seu empenho em ensinar os mais pobres, Paulo Freire tornou-se uma inspiração para gerações de professores, especialmente na América Latina e na África. Pelo mesmo motivo, sofreu a perseguição do regime militar no Brasil (1964-1985), sendo preso e forçado ao exílio.

O educador apresentou uma síntese inovadora das mais importantes correntes do pensamento filosófico de sua época, como o existencialismo cristão, a fenomenologia, a dialética hegeliana e o materialismo histórico. Essa visão foi aliada ao talento como escritor que o ajudou a conquistar um amplo público de pedagogos, cientistas sociais, teólogos e militantes políticos.

A partir de suas primeiras experiências no Rio Grande do Norte, em 1963, quando ensinou 300 adultos a ler e a escrever em 45 dias, Paulo Freire desenvolveu um método inovador de alfabetização, adotado primeiramente em Pernambuco. Seu projeto educacional estava vinculado ao nacionalismo desenvolvimentista do governo João Goulart. 
                                                                    
Pensamentos de Paulo Freire:
"Não há vida sem correção, sem retificação."

"Mudar é difícil mas é possível."

"Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão."

"Eu sou um intelectual que não tem medo de ser amoroso, eu amo as gentes e amo o mundo. E é porque amo as pessoas e amo o mundo, que eu brigo para que a justiça social se implante antes da caridade."

"conhecer é tarefa de sujeitos, não de objetos. E é como sujeito e somente enquanto sujeito, que o homem pode realmente conhecer."

"Se a educação sozinha não pode transformar a sociedade, tampouco sem ela a sociedade muda."

"A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria."

"Ai daqueles que pararem com sua capacidade de sonhar, de invejar sua coragem de anunciar e denunciar. Ai daqueles que, em lugar de visitar de vez em quando o amanhã pelo profundo engajamento com o hoje, com o aqui e o agora, se atrelarem a um passado de exploração e de rotina."
Verdades da Profissão de Professor

"Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonada pelo seu trabalho.
A data é um convite para que todos, pais, alunos, sociedade, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com a educação que queremos. Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios, nem deixem de educar as pessoas para serem “águias” e não apenas “galinhas”. Pois, se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda."

Paulo Freire

Fiquei maravilhada com a visão desse grande homem, em relação à vida, ao mundo e à humanidade e foi mais do que justo encerrar as homenagens aos escritores brasileiros com esse "gigante da Literatura Brasileira".
Abraços da amiga Janete



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...