terça-feira, 15 de outubro de 2013

Domingos Martins

Olá, meus amigos.
Hoje, terça-feira, dia de curiosidades do Espírito Santo, vamos fugir um pouco do litoral e conhecer a beleza das montanhas, começando com a história de Domingos Martins e algumas de suas curiosidades.
Domingos Martins é a "Cidade do Verde". É também conhecida como Campinho, foi a primeira colônia fundada no Espírito Santo, com o nome de Santa Isabel. Seus primeiros habitantes foram 47 famílias prussianas, depois vieram os Italianos. O progresso rápido levou o município a ser legalmente reconhecido ainda em 1893, mas o nome Domingos Martins, em homenagem ao herói capixaba, só foi incorporado em 1921.

A maioria da população é descendente de alemães, o que deixou na cultura local a arquitetura dos chalés, fortes traços germânicos.
O centro da cidade está situado a 542 metros do nível do mar, mas há lugares que passam dos 2.000 metros de altitude. Possui o terceiro melhor clima do mundo. A temperatura média anual é de 18 graus centígrados. No inverno, pode chegar a 7 graus.
Para chegar até este município, passe pela BR 262.
No Km 42 está o Portal e a Casa do Artesanato, com informações sobre as várias atrações do local. A BR 262 oferece paisagens belíssimas, atingindo altitudes de 600 m, em menos de 40 Km de estrada (distância de Vitória).
Você encontrará vários atrativos como a Cascata do Galo a 10 Km, com uma queda de 70 metros de altura, a Cachoeira do Tijuco Preto a 50 Km do centro, a Cachoeira Pedra Azul, com locais próprios para caminhadas na mata e uma bela queda d'água. Entre outras várias Cachoeiras e piscinas naturais, em todo o município, além de ótimos passeios nas matas.

Não deixe de saborear os doces, biscoitos, vinhos e licores caseiros, vendidos em diversos lugares do município.
A Casa da Cultura, museu onde se encontram peças dos imigrantes.
A Igreja Evangélica Luterana, inaugurada em 20 de maio de 1866. Provavelmente a mais antiga igreja protestante da América Latina com uma torre.
A Igreja Matriz Santa Izabel fica no distrito do mesmo nome, foi fundada em 1850.
A Pedra Azul, a 40 Km da sede, avistada no Km 88 da BR-262 é uma formação rochosa granítica. A sua cor se deve aos líquens que cobrem a pedra e que conforme a incidência da luz do sol, ela fica azul ou meio esverdeada. Possui cerca de 1.822 metros de altitude e está localizada no distrito de Aracê.
O Orquidário Kautsky possui uma coleção de mais de 700 espécies de orquídeas, seu proprietário e pesquisador é o Sr. Anselmo Kautsky.
A Estação Domingos Martins fica no Vale da Estação a 8 quilômetros da sede. Foi inaugurada em 1º de janeiro de 1900.

Você pode encontrar a Feira do Agro-turismo todos os domingos, de 9 às 18 horas, na Praça Gerhardt, no centro.

CASCATA DO GALO
Com quedas altas e piscinas naturais, a Cascata do Galo é a mais famosa de Domingos Martins.
Na região serrana do estado está a Cascata do Galo, que é formada por três quedas, possibilitando um circuito de rapés, sendo o maior com 50 m.

Esta é a Cascata do Galo. Localizada a 10 Km da sede, na estrada do Galo, a queda de 70 metros de altura, rodeada por Mata Atlântica, faz do lugar um dos pontos obrigatórios em visita à cidade. O nome "galo" acabou se tornando referência e se tornou o nome do Circuito Turístico. "O Circuito do Galo"
Empreendimentos, agro-turismo, pousadas, sítios e restaurantes vão formando o circuito. Um quilômetro à frente da cascata, por exemplo, há um empreendimento (Encantos da Cascata) que oferece estrutura para quem quer passar o dia por ali.
A Cascata do Galo, com acesso próximo da estrada, queda alta e pequenas piscinas naturais, é a mais famosa de Domingos Martins. Por causa da grande quantidade de rochas, é perigosa para crianças.

  Das maravilhosas atrações desse município, hoje conhecemos um pouco mais sobre a Cascata do Galo. Em breve, mais curiosidades sobre as montanhas do Espírito Santo.
Até a próxima semana com mais uma curiosidade para vocês.
Abraços da amiga Janete.
VOCÊ SABIA?
"O termo Capixaba deriva das roças de milho localizadas na Ilha de Vitória, que pertenciam aos índios que originalmente habitavam a região quando da chegada dos portugueses".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá eu Gostária, da sua opinião.

...Notícias...